Internet

12/07/2011 15h05 - Atualizado em 14/07/2011 06h37

Google Maps confunde casa de americanos com ponto turístico

André Fogaça
por
Para o TechTudo

Uma das maiores vantagens do Google Maps é a possibilidade de encontrar alguns pontos turísticos em uma cidade que você nunca esteve e que não dispõe de um mapa para estes fins, mas e se o quintal da sua casa fosse confundido com uma entrada para um parque estadual? Foi isso que aconteceu nos Estados Unidos.

Placa alertando sobre a casa (Foto: Joe Proudman/The Star-Ledger)Placa alertando sobre a casa (The Star-Ledger)

Desde o final dos anos 80, um casal resolveu se mudar para um local que fosse extremamente distante de tudo que conhecemos como civilização, eles foram morar nas redondezas do Round Valley State Park, um parque gigantesco que fica na cidade estadunidense de Clinton Township. O problema é que o local apareceu no Google Maps como um local de recreação e atraiu muitos visitantes que não são as aves ou qualquer tipo de animal que habita a floresta, são carros, motos e humanos.

Mesmo antes do aviso do Google Maps, o casal já havia criado algumas placas dizendo que uma das entradas é de propriedade particular e avisando que não é permitida a invasão. Só que agora ela resolveu colocar alguns cavaletes na entrada, impedindo que as pessoas estacionem seus carros por ali.

O maior problema é que a casa está no meio da natureza e isso fez com que o casal não levantasse muros, ou seja, se alguém for para lá caminhar na reserva, é bem capaz de passar pelo quintal da casa, e segundo os moradores, isso pode acontecer aos montes.

O Google já recebeu as reclamações dos moradores da casa pelo serviço de reportar algum erro no Google Maps, mas parece que o Google ainda não tomou alguma decisão sobre a correção, ou não, das rotas traçadas que caem no quintal do casal.

Via: NJ

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Adriana Cunha
    2011-07-12T16:18:40

    O autor da matéria acima cometeu um engano. Na verdade o parque existe sim e é um ponto recreativo de fato. O problema cometido pelo Google Maps é que eles informam as entradas das garagens dos moradores ao redor do parque como entrada para o parque. Como essas chamadas "driveways" são longas, o que dificulta a identificação de que aquela é uma entrada residencial, os moradores tiveram que colocar cavaletes para que as pessoas parassem de entrar em suas propriedades por engano. Ao contrário do Maps, o Google Translate funciona muito bem e poderia ser utilizado para traduzir o texto original!