27/07/2011 17h19 - Atualizado em 27/07/2011 17h26

Grupos de hackers pedem que usuários deletem contas no PayPal

Thássius Veloso
por
Do Tecnoblog

Os dois principais grupos de hackers em atividade publicaram um comunicado em conjunto. No texto, eles atacam o PayPal, serviço de pagamentos eletrônicos, e o governo dos Estados Unidos. Para completar, fazem um pedido: que todos os usuários deletem suas contas no PayPal o quanto antes. Se depender do Anonymous e do LulzSec, é guerra.

Sony ganha acesso aos dados do PayPal  (Foto: Divulgação)PayPal (Foto: Divulgação)

Dessa vez, entretanto, sem o uso indiscriminado de computadores programados para tirar do ar sites de grandes empresas, como Visa e Mastercard. A convocação dos dois grupos pode ser considerada até mesmo pacífica, uma vez que não envolve qualquer ameaça de cyberataque.

O Anonymous e o LulzSec, que se autodenominam grupos de hackerativismo, afirma que o PayPal entregou uma lista com mil IPs de usuários que participaram do ataque ao serviço de pagamentos no ano passado, bem quando aconteceu toda a polêmica envolvendo o Wikileaks. De fato, o FBI teve muito trabalho na última semana apreendendo computadores de suspeitos de integrarem os grupos de ativismo virtual.

De acordo com o manifesto, que foi publicado no PasteBin, normalmente um repositório de códigos para programadores, os acusados de envolvimento com atividade hacker contra o PayPal podem enfrentar multas de até 500 mil dólares, sem falar na possível prisão por até 15 anos.

O PayPal é acusado de congelar e encerrar contas de usuários sem aviso prévio, seguindo determinação do governo americano. Eles parecem esquecer, porém, que o PayPal é uma empresa baseada nos EUA, que têm de cumprir com suas obrigações em respeito às leis daquele país. O Anonymous e o LulzSec dizem que não se pode confiar no serviço de pagamentos, e que as contas devem ser encerradas. “Eles não merecem os seus negócios, e também não merecem seu respeito”.

Você pode ler o manifesto nessa página (em inglês).

Via: ZDNet

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares