Internet

17/07/2011 15h06 - Atualizado em 17/07/2011 15h06

Programa permite tuitar apenas com a respiração

 Alessandro Iglesias
por
Para o TechTudo

O inegável sucesso do Twitter no mundo das redes sociais faz com que inúmeras empresas resolvam aproveitar o momento dessa comunidade moldada em 140 caracteres para tentar ganhar visibilidade (e dinheiro). Agora é a vez da japonesa TechFirm dar sua cartada com uma interface para o Twitter comandada por respiração.

O Breath Bird é um aplicativo para iPad bastante auto explicativo. Com ele será possível comunicar-se pelo Twitter controlando o que se tuíta com a respiração.

Tuitando com a respiração (Foto: Reprodução)Tuitando com a respiração (Foto: Reprodução)

Usar o Breath Bird é aparentemente bastante simples, e deve ter rendimento melhorado conforme ganha-se experiência. Para utilizá-lo, basta usar o microfone de seu iPad (ou um externo, o que deve facilitar a experiência) e observar sua timeline, visível em uma seção autoatualizável à esquerda do programa. Se deseja se comunicar, selecione a conta de Twitter e preste atenção ao que acontece no teclado situado à direita.

Nele, basta sinalizar (via respiração) qual linha de palavras (dentre cinco) deseja usar. A linha em questão será iluminada por um período de tempo, o que possibilita uma interação fácil e rápida. Ao dar um comando, pode-se escolher uma dentre as letras disponíveis nela e, pronto, sua letra selecionada já está disponível para o novo tweet. Repita o processo até formar sua palavra e frase e depois basta respirar novamente para concluir o envio da mensagem.

Com interface bastante amigável e recursos que devem, não somente agradar, mas também ajudar pessoas com deficiências, o Breath Bird é um aplicativo muito bem-vindo. Para completar, ele é gratuito e está disponível na App Store em Inglês e Japonês. 

Via TechCrunch

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares