Video game

27/07/2011 15h22 - Atualizado em 27/07/2011 15h22

Sony registrou patente de boneco para PS3

Arthur Figueiredo
por
Para o TechTudo

Quem se lembra do R.O.B., o robô companheiro do NES, sabe o quão inútil um acessório como este pode ser. Lançado em 1985, ele vinha com apenas um jogo. Seu único outro jogo era vendido separadamente. Ambos os jogos, além do próprio robô, não possuíam conexão com nenhum outro game do console. Sua maior contribuição para os games só veio recentemente, quando se tornou um personagem jogável de games como Mario Kart DS e Super Smash Bros. Brawl.

R.O.B. (Foto: Divulgação)R.O.B. (Foto: Kotaku)

O que esperar, então, quando é revelado que a Sony Computer Entertainment da Europa patenteou o boneco acima? Registrado em 2008, só veio a público esta semana, como um acessório que poderia, de diferentes maneiras, se comunicar com o PlayStation 3. Trata-se, basicamente, de um boneco de pelúcia eletrônico, com recursos como um transmissor/receptor wireless, sensores de movimento, câmera e alto-falantes embutidos, memória interna, um pequeno processador, além de portas ethernet e USB. 

Assim como R.O.B., o brinquedo sem nome serviria como um companheiro de jogo para crianças. De acordo com a descrição no registro, ele trocaria informações com o console e o jogador, ou reagindo a diferentes elementos dos jogos, simulando surpresa e fazendo pequenos movimentos para expressar diferente emoções. Algumas funções propõem um reservatório para líquido para que ele pudesse “chorar”, ou reconhecimento facial e de voz para que ele identificasse a pessoa com quem está falando. 

Antes de pedir para a mamãe comprar no Dia das Crianças, a Sony não oficializou qualquer produção do acessório. Considerando que a patente já possui três anos, provavelmente não veremos este boneco tão cedo. 

Via Kotaku

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares