12/08/2011 10h03 - Atualizado em 12/08/2011 10h08

Criado primeiro supercomputador que utiliza memória sólida

Dorly Neto
por
Para o TechTudo

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, anunciaram o projeto de construção do primeiro supercomputador capaz de armazenar arquivos através de memórias sólidas. O nome do supercomputador é Gordon, ele usará memórias SSD para armazenar dados, que não serão poucos.

O cartaz do anúncio do Gordon diz: "A Era de Supercomputação de Dados Intensivos Começa". (Foto: Divulgação)O cartaz do anúncio do Gordon diz: "A Era da Supercomputação de Dados Intensivos Começa". (Foto: Divulgação)

As memórias SSD são diferentes dos discos rígidos convencionais, os chamados HDs. Elas possuem maior velocidade, os dados ficam armazenados em apenas uma estrutura sólida - e não em discos magnéticos - e possuem menos chance de serem danificadas. Em contrapartida, sua produção é muito mais cara que os HDs convencionais.

A função do Gordon será processar grandes bases de dados. Para isso, serão usados 256 Terabytes de memória flash. Os pesquisadores preveem um aumento de 100 vezes na velocidade do processamento de dados.

Nos equipamentos portáteis, já é dominante o uso de memórias SSD, mas esta é a primeira vez que um supercomputador tem em sua composição este tipo de memória flash. O que impedia seu uso era sua pouca durabilidade. Em um SSD comum, são suportados 3 mil ciclos de registros e apagamentos. Para uso comercial, como é a proposta do Gordon, uma memória deste tipo precisa ter o ciclo 10 vezes maior, o que já está financeiramente viável nos dias de hoje.

O supercomputador nasceu através de uma premiação de US$ 20 milhões da National Science Foundation direcionada à universidade. A previsão para o início do funcionamento do Gordon é janeiro de 2012.

Via: HPC Wire

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares