Tablet

12/08/2011 08h25 - Atualizado em 17/08/2011 14h41

Especialistas alertam para dores no pescoço ao usar um iPad

Aline Carvalhal
por
Da redação

Nenhum dos aspectos inovadores do iPad incomodou tanto a concorrência como o seu design leve, portátil e moderno. Mas parece que esse formato único está causando um incomodo ainda mais real aos seus utilizadores. O tablet se popularizou em grande parte devido ao uso no ambiente escolar substituindo os cadernos, mas a postura necessaria para se utilizar o aparelho pode oferecer riscos de dores crônicas nos ombros e no pescoço, é o que dizem os especialistas.

“Qualquer atividade onde se posiciona a cabeça para frente em uma posição flexionada por tempo prolongado causa problemas no pescoço.” explica a Dra. Jodi Oakman, professora do Centro de Fatores Humanos e Ergonomicos da Universidade de La Trobe, na Austrália. Ela alerta também que problemas relacionados a coluna levam mais tempo para serem solucionados especialmente em crianças e adolescentes.

Dor no pescoço? Largue o iPad (Foto: Reprodução)Dor no pescoço? Largue o iPad (Foto: Reprodução)

Na Austrália é cada vez mais comum o uso de iPad por crianças. Muitas pessoas em idade pré-escolar estão utilizando tablets como ferramenta de aprendizado, em um projeto que faz parte de uma iniciativa governamental. No Brasil, o uso do iPad vem crescendo principalmente entre os jovens. A doutora diz que enquanto o iPad soluciona problemas escolares – é mais barato, mais leve e mais fácil de carregar do que um laptop – cria outros que devem ser observados com atenção.

“É uma nova tecnologia que estamos abraçando, mas nós não sabemos direito que problemas musculo-esqueletais pode ser atribuidos a isso”. Ela diz que a chave para evitar dores é “Mexa-se. Varie as posições ao máximo e, se você quer usar o iPad como mecanismo de digitação, use um teclado separado.”

Oakman diz ainda que ler no iPad não é mais arriscado do que ler um livro e que o perigo cresce quando as pessoas usam o tablet para fazer muitas coisas ao mesmo tempo. A recomendação é que não se substitua o computador por um tablet, a não ser em ocasiões realmente necessárias.

A massagista Liz Astling diz ter notado um crescimento de torcicolos em seus clientes quando o iPad chegou ao mercado no ano passado – “especialmente homens tão obcecados que mal conseguiam deixar o tablet de lado”. Ela conta que um cliente que tinha histórico de dores mantinha um teclado ergonômico no trabalho, e isso melhorou seus sintomas – até ele começar a usar um iPad, quando as dores voltaram.

Além disso, notou também que até pessoas sem qualquer histórico de dor começaram a apresentar sintomas. “Eu pergunto se eles têm um iPad e eles começam a me dizer como o aparelho é maravilhoso”. Liz Astling diz que o iPad deveria receber a mesma atenção que o computador recebeu uma década atrás em relação à postura, quando ela notou um quadro semelhante. “Acho que necessita ser aprimorado” – completa.

Via news.com.au

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Airton Souza
    2011-08-15T11:25:02

    Galaxy tab não causa isso kkkkkk