Internet

12/08/2011 16h49 - Atualizado em 12/08/2011 17h00

Google lança o algoritmo "Panda" para usuários em Português

Hélio Bentzen
por
Para o TechTudo

O Google incluiu o Português e diversos outros idiomas no seu novo sistema algoritmo batizado de Panda. Até então disponível unicamente para o Inglês, o algoritmo promete filtrar os resultados irrelevantes do sistema de buscas do site. É uma forma de combater aqueles sites que direcionam o usuário direto para páginas repletas de propagandas, sem ao menos apresentar um conteúdo condizente com a busca. 

Logo original da Google (Foto: Divulgação)Logo original da Google (Foto: Divulgação)

Criados por pessoas mal-intencionadas quanto a utilização de técnicas de SEO (Search Engine Optimization), esses sites usam palavras-chave relevantes, mas possuem um conteúdo agregado sem sentido. Praticamente um esgoto virtual. E por quê? Porque é de interesse desses "SEOs" o lucro a partir de propagandas Adsense e a obtenção de grande número de visitas.

Segundo análise científica da Google e o próprio feedback de usuários, a qualidade das buscas têm tido um resultado extremamente positivo. O impacto da mudança nos resultados das consultas realizadas pelos usuários será de 6% a 9%. Esse valor, no entanto, está abaixo do estabelecido na versão inicial do Panda, que afetou quase 12% das consultas em Inglês. Os únicos idiomas ainda não contemplados foram o Chinês, Japonês e Coreano, para os quais ainda estão sendo feitos testes e melhorias.

Nesse contexto, um site que se tornou verdadeiro motivo de piada foi o Suite101. Este perdeu 92,5% de seu acesso através das buscas após a aplicação do Panda. O Suite101 se tornou um verdadeiro benchmark das piores práticas para caça de paraquedistas (termo usado para usuários que caem em sites através de sites de busca).

Então, quais seriam boas práticas para se ter um site indexado de forma honesta? Seguem algumas dicas bem simples que você pode adotar agora mesmo:

- Relevância e singularidade é o marco zero para qualquer novo conteúdo;
- Seu conteúdo deve ser suficientemente bom para ser impresso;
- Cuidado se houver muitos anúncios. O conteúdo é mais importante que a publicidade;
- A Google olha para o feedback de usuários, pelo menos até certo ponto. Então, priorize-os; A maioria das mudanças no ranking será feito através de algoritmos, mas a Google poderá tomar medidas manuais em alguns casos;
- Se você gera conteúdo automaticamente (scripts), mantenha-o separado do material de qualidade e original de seu site e bloqueie esse conteúdo autogerado dos motores de busca;
- Elimine o conteúdo duplicado;
- Elimine erros de HTML;
- Evite artigos muito curtos. Estes dão a ideia de que o assunto foi tratado superficialmente. Porém, às vezes, mensagens curtas são suficientes. Não confunda textos longos com repetições massivas de textos que não agregam em nada;
- Tenha uma estrutura de páginas consistentes que saibam desempenhar seu papel com rigor.

Via Google Webmaster

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Tiago Balbino
    2011-08-15T09:12:39

    Essa é uma das tecnologias mais esperadas, não podemos perder nosso tempo em pesquisas que nos levarão a lugar nenhum, com a efetivação desse algoritmo de filtro espero poder experimentar um novo nível de relacionamento com as pesquisas realizadas no Google.