Internet

29/08/2011 19h32 - Atualizado em 29/08/2011 19h32

Segundo empresa, Google+ é um coletor de dados

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

O Google+, mais recente serviço de redes sociais e levantamento estatístico de audiência na web, continua o seu processo de expansão. Recentemente, o CEO da empresa de Mountain View, Eric Schmidt, revelou alguns dos planos futuros para o serviço. Inclusive o objetivo do Google+ ser um coletor de dados dos usuários.

Google+ (Foto: Divulgação)Google+ (Foto: Divulgação)

Segundo Schmidt, todos os dados adicionados de forma espontânea pelos usuários no Google+ podem ser usados para a construção de aplicações personalizadas.

A declaração foi dada na semana passada, durante uma explanação sobre os planos do Google para a plataforma Google TV. Quando questionado sobre as reais intenções da empresa com a nova rede social, Schmidt disse que o Google+ foi projetado para ser um “serviço de identificação”, e que os planos futuros dependem das pessoas adicionarem os seus dados verdadeiros no cadastro do serviço.

Quando questionado sobre a segurança das informações adicionadas no serviço, o CEO do Google acrescentou: “ninguém está forçando os usuários a utilizar o Google+. É óbvio que as pessoas que acham que vão correr algum risco ao utilizar os seus nomes verdadeiros no cadastro, não deveriam utilizar o Google+”.

Eric Schmidt complementa dizendo que “a Internet seria muito melhor se fosse mais fácil identificar as pessoas que estão nesse ambiente. Algumas pessoas são más, e deveríamos ser capazes de identificá-las e eliminá-las da rede”.

Um dos termos de utilização do Google+ diz que os usuários devem utilizar os seus dados reais no cadastro do serviço, para que os internautas possam se reconhecer em uma identificação mais direta. Por outro lado, a medida também pode ser interpretada como uma forma do Google avaliar de forma mais precisa qual o número de usuários “reais” que se cadastraram no serviço.

Via Administradores

 


 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares