Sistemas Operacionais

01/09/2011 19h12 - Atualizado em 01/09/2011 19h12

Android representa 40% dos smartphones nos EUA

Thássius Veloso
por
Do Tecnoblog

O Google não tem do que reclamar. Não passa um trimestre sequer sem que o Android, plataforma móvel cujo desenvolvimento é liderado pela companhia, tenha crescimento frente aos seus principais concorrentes. A Apple e seu iOS que se cuide (melhor não considerar a Microsoft, já que seu Windows Phone 7 ainda não mostrou a que veio).

Mascote do Android (Foto: Reprodução/ Teresa Furtado)Mascote do Android (Foto: Reprodução/ Teresa Furtado)

Nos dados levantados pela Nielsen para o período de três meses encerrado em julho, tendo em vista somente o mercado de smartphones nos Estados Unidos, o Android teve crescimento tímido, porém crescimento: 1 ponto percentual. Com isso, a plataforma do Google chega a 40% de participação de mercado naquelas bandas. É líder absoluto.

A Apple, mesmo estando em apenas um dispositivo (atualmente oferecido em modelos mais antigos e mais novos), continua com a segunda posição no pódio. Seu iOS, que deve muito em breve chegar na quinta versão, aparece com 32% do mercado.

Em terceiro temos a RIM e seus aparelhos da grife BlackBerry. O sistema da companhia canadense responde por 11% do mercado americano. A perspectiva é de queda para o BBOS.

Mesmo com a associação com a Nokia e diversas outras fabricantes de dispositivos móveis, a Microsoft continua decepcionando no mercado norte-americano (que costuma representar o mercado global de smartphones). A companhia responde por 7% dos dispositivos móveis naquele país. A má notícia para a equipe do Windows Phone é que a plataforma é utilizada apenas por 1% do mercado; os outros 6% são de aparelhos com Windows Mobile, que deveria ser solenemente esquecido nas prateleiras porque não faz frente aos sistemas mais modernos.

Resumo da ópera: mesmo com o fogo cruzado de processos judiciais relacionados a patentes, o Google continua líder oferecendo uma plataforma livre e de código majoritariamente aberto.

Via: BGR

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares