Sistemas Operacionais

14/09/2011 17h54 - Atualizado em 14/09/2011 17h54

Sony revive Walkman graças ao Android

Marcell Almeida
por
Para o TechTudo

A Sony perdeu muito espaço nos últimos anos para o iPod da Apple, mas recentemente a empresa reviveu o até então esquecido Sony Walkman. O mais novo modelo da série acaba de ser anunciado no Japão e ele virá com Android 2.3, e em um grande display de 4.3 polegadas.

Sony Walkman Z (Foto: Divulgação)Sony Walkman Z (Foto: Divulgação)

O display do Walkman Z é touchscreen e possui uma resolução de 800 x 480 pixels, além de possuir um hardware bastante interessante: processador Nvidia Tegra 2 Dual Core de 1GHz, 512MB de RAM, e uma série de opções de conectividade como DLNA, Wi-Fi, microHDMI, Bluetooth e rádio FM.

Ele também será capaz de reproduzir vídeos de até 1080p com um bitrate de 10Mbps. A versão do Android 2.3 Gingerbread, encontrado no Walkman Z, é personalizada pela Sony e possui acesso ao Android Market. No entanto, apesar das especificações maravilhosas, o anúncio da Sony não disse nada sobre uma câmera no dispositivo.

O novo modelo da série Walkman também suporta uma ampla variedade de formatos de música, como MP3, ATRAC, ATRAC Advanced Lossless, AAC, HE-AAC, WMA e Linear PCM, além de vários formatos de vídeo como MPEG4, AVC (H.264 Baseline) e WMV.

O Walkman Z chegará no Japão em três versões: 16GB, 32GB e 64GB. O preço será de 28.000 ienes (US$ 364) para a versão de 16GB, enquanto os modelos de 32GB e 64GB vão custar 33.000 ienes (US$ 429) e 43.000 ienes (US$ 559), respectivamente.

Com inúmeros fabricantes produzindo suas próprias versões do Android, o Sony Walkman Z deve satisfazer vários usuários que procuram uma alternativa ao iPod para um player de música. O Walkman Z deve chegar no mercado dia 10 de dezembro, no Japão.

Via Phandroid.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares