07/10/2011 08h35 - Atualizado em 07/10/2011 08h35

Designers criam primeiro carro biodegradável

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Já pensou em ter um carro descartável? Pois é. Foi o que norteou a criação de uma dupla de designers filipinos que desenvolveram um carro manufaturado com bambu, nylon, aço e vime. O veículo deverá carregar um motor elétrico e ainda não tem data para ser lançado em bases comerciais.

Fênix (Foto: Divulgação)Fênix (Foto: Divulgação)

Produzido em apenas dez dias, a ideia dos designers foi apresentar um conceito funcional para um cenário de escassez de recursos energéticos no futuro. Kenneth Cobonpue e Albrecht Birkner são os autores do automóvel que batizaram de Fênix.

Motor e pneus são ainda produzidos com materiais convencionais, como a borracha e o aço. Mas de resto, o Fênix é feito de materiais descartáveis e inofensivos ao meio-ambiente, que são degradados pelo planeta em até 10 anos. E que podem ser reciclados conforme você usa o carro: fica com o motor, mas troca o bambu.

Fênix em detalhe (Foto: Divulgação)Fênix em detalhe (Foto: Divulgação)

Carros convencionais possuem vida útil estimada em dez anos atualmente. Com o Fênix, você pode manter as partes básicas, como o motor e a transmissão, e trocar o que for se desgastando, mas de maneira muito mais racional do que aquilo que acontece hoje, onde não é possível trocar a carcaça toda do carro porque, entre outras coisas, o aço é caro. Além disso, adeus pequenas fortunas para cada colisão de trânsito ou arranhão na lataria.

Projetos assim ainda são difíceis de serem viabilizados, mas os designers responsáveis garantem que a ideia do carro descartável é séria. Contudo, ainda não há nenhuma data para exibi-lo em algum salão do automóvel ou submetê-lo a testes de impacto para verificar sua segurança – afinal, ele é feito de bambu.

Via Dvice

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Elias Fernandes
    2011-10-07T20:44:19

    O governo do Brasil deveria processar esse cara.... pois o Brasil já produz carros descartáveis a muitos anos!!!!!!!

  • Wagner Leal
    2011-10-07T16:19:37

    disciat transfer

  • Wagner Leal
    2011-10-07T16:18:39

    Ecologicamente correto para mim, é criar e educar os nossos filhos com excelência.

  • Dougman.
    2011-10-07T15:04:05

    Você é louco de bater com um carro desse vocÊ morre meu querido, é tanto fiapo de bambu e o sergio tá certo é uma planta agressiva!!

  • Gabriel Dias
    2011-10-07T14:39:57

    Concordo com o Sérgio

  • Gabriel Dias
    2011-10-07T14:39:28

    Nego confunde Design com Sustentabilidade. Facepalm

  • Sérgio Figueiredo
    2011-10-07T12:08:22

    O conceito de ecologia depende fundamentalmente da sustentabilidade em se obter os recursos e também da possibilidade de seleção e resgate do descarte. O bambu é planta agressiva, destroi o solo e acaba com as nascentes. A produção veicular em série necessitará de plantio extensivo e consequentemente antiecológico. Artística, ou artesanalmente, tudo é válido, mas não há o que se discutir quanto ao falso conceito de se usar fibras naturais, em produção industrial de automóveis, com objetivos ecológicos. Quem perderá sempre será a natureza, tanto na colheita, quanto no descarte dos poluentes.