07/10/2011 10h34 - Atualizado em 07/10/2011 10h34

Tecnologia antiacidente que permite comunicação entre carros estaria em desenvolvimento

Joares Miranda
por
Para o TechTudo

Na mesma proporção em que os carros tem se tornado cada vez mais potentes, o número de acidentes com vitimas fatais cresce assutadoramente. De acordo com uma estatística feita na Europa, algo em torno de 70 a 90% dos acidentes com veículos automotores são causados por erros humanos. Uma nova tecnologia, porém, se propõe a mudar este quadro.

V2V (Foto: Divulgação)Ilustração detalha o funcionamento do V2V (Foto: Divulgação)

A V2V ("vehicle-to-vehicle", ou “veículo para veículo” em livre tradução) tem como objetivo fazer com que os carros “conversem entre si”. Através de uma rede Wi-Fi protegida, os veículos podem transmitir informações dentro de um intervalo curto de tempo e disparar alertas com base na posição ou manobras de outros automóveis na pista. Ao detectar perigos como, por exemplo, uma motocicleta posicionada em um dos pontos cegos ou mesmo uma freada brusca de outro carro, um alarme alto é disparado, junto com luzes LED piscantes no painel.

A tecnologia, no entanto, não tira a autonomia do motorista. Isso porque, mesmo detectando alta possibilidade de colisão, a V2V não aciona o freio. Sua função, basicamente, é tornar o tempo de reação menor e avisar motoristas do que acontece fora de seu alcance de visão. E, como a maioria dos acidentes são fruto de desatenção ou algum desrespeito às leis de trânsito, boa parte deles poderia ser evitada pelo refinado sensor.

A implmentação do V2V, segundo seus criadores, carece de uma série de normas e regulamentações, não só para a montagem nos veículos, mas também para um controle correto por parte das autoridades em relação às violações de quaisquer leis. De acordo com o grupo responsável pelo projeto, a ideia é que no ano de 2015 o V2V seja utilizado em todos os veículos novos na Europa, Estados Unidos e Austrália.

Confira abaixo o sistema em teste:


Via NZHerald

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares