Internet

09/11/2011 16h25 - Atualizado em 09/11/2011 16h25

Aol, Yahoo e Microsoft se unem para tentar brecar crescimento de anunciantes no Facebook

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

Quanto maior o número de visitas de um site, mais chances ele tem de conseguir anunciantes. Quando se tem cerca de 800 milhões de usuários ativos, então, as empresas fazem de tudo para alinhar sua marca à página. É o que vem acontecendo com o Facebook. Cada vez mais é comum ver publicidade na rede social. Para frear esse avanço da rede, três grandes empresas do ramo da Internet se uniram.

Microsoft, Yahoo e AOL (Foto: Divulgação)Microsoft, Yahoo e AOL se unem. (Foto: Divulgação)

Aol, Yahoo e Microsoft estão unidas em um projeto para formar uma grande rede de publicidade online. Cada uma delas tem seu próprio serviço de anúncios, porém, agora, todas fazem parte da mesma cadeia.

A ideia é unir esforços para alcançar uma maior fatia do mercado em que as três vêm perdendo espaço a cada ano. Apesar disso, todos os envolvidos fazem questão de frisar que seguem tomando suas decisões independente dos parceiros.

"Estamos muito animados por fazer esta parceria com a Aol e a Microsoft, levando ao mercado o que acreditamos ser um novo e mais eficiente modelo de acessar verdadeiros inventários Premium. Estamos 100% dedicados a trabalhar em cooperação com agências e empresas para oferecer a eles o melhor retorno possível", ressaltou um representante da Yahoo.

A preocupação do trio de gigantes se reflete nos números. Em 2008, por exemplo, a Yahoo dominava amplamente este ramo, com 18,4% do marketshare, enquanto o Facebook tinha apenas 2,8% e o Google 2,4%. Três anos depois, no entanto, a história mudou. A rede social de Mark Zuckerberg já tem 16% das fatias do bolo, contra 13% do Yahoo e 9% do Google, segundo dados do eMarketer.

O crescimento do Facebook também é impressionante. Neste ano, os anúncios na página aumentaram em 66%, enquanto no Yahoo eles não passam de 13,6%. Aol e Microsoft têm 10,5 e 18,7% cada. Agora, trabalhando juntas, elas acreditam que podem reverter o quadro que se prevê para 2012, que é com o Facebook novamente ficando na liderança.

"Essa parceria cria uma ótima oportunidade para todos, tanto para nós quanto para os anunciantes", completou Rik van der Kooi, vice-presidente coorporativo do Microsoft Advertising Group.

Via Techcrunch

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares