Celular

13/12/2011 09h50 - Atualizado em 13/12/2011 09h50

Homem processa Apple por invadirem sua casa em busca de protótipo de iPhone

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

Sergio Calderon está se preparando para processar a Apple. O morador da cidade de São Francisco foi procurado por autoridades de segurança em agosto, acusado de possuir um suposto protótipo do iPhone. Os representantes da empresa de Cupertino invadiram a casa de Calderon em busca do aparelho perdido.

cava22-sf-0485_610x374Cava 22 foi cenário para mais uma perda de um protótipo do iPhone (Foto: James Martin/CNET)

O advogado David Monroe representa Sergio no caso e informou ao CNET que as negociações com a Apple já estão encerradas. O próximo passo será registrar uma queixa formal no juizado local. O advogado se recusa a dizer quais alegações serão feitas no juizado para dar início ao processo. Até o momento, a Apple não comentou o ocorrido.

Entenda o caso

No mês de agosto, um iPhone havia desaparecido em um bar na cidade de San Francisco, e uma busca foi feita na casa vizinha ao bar. Inicialmente, o Departamento de Polícia de São Francisco negou qualquer envolvimento com essa busca, mas dias depois o mesmo departamento mudou o discurso. O tenente Troy Dangerfield confirmou que a Polícia ajudou a Apple em uma tentativa frustrada de recuperação do dispositivo, que supostamente era um protótipo do iPhone 5.

O problema é que Calderon não foi informado em nenhum momento pela Polícia que funcionários da Apple estavam fazendo a busca na sua residência. A matéria da CNET do mês de agosto diz que a versão “oficial” da polícia de São Francisco é que a Apple “se prontificou a ajudar nas buscas” do protótipo, perdido inicialmente no bar Cava 22, no final do mês de julho.

O setor de segurança da Apple relatou à polícia local que o dispositivo era algo inestimável e que os responsáveis pelo setor estavam desesperados para recuperar o protótipo. Segundo duas testemunhas que viram a ação dos funcionários da Apple, uma das sete pessoas que estiveram na casa de Calderon alegou que obteria um mandado de busca se eles não conseguissem fazer a procura naquele momento. Calderon colaborou, acreditando que era uma ação policial.

Uma recompensa de aproximadamente US$ 300 chegou a ser oferecida a Sergio para que ele devolvesse o telefone. Porém, os funcionários deixaram a residência sem nenhuma pista do protótipo. Agora, a justiça da Califórnia vai decidir qual lado está certo, mas pelas evidências, não está difícil determinar quem vai vencer essa disputa, não é mesmo?

Via CNET

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Joab Camargo
    2011-12-13T10:56:17

    quem devia ser processado é esse site que a "Barbara Carlos" está divulgando, pessoal trambiqueiro mais chato e inconveniente. Me pergunto se algum animal cai nessa palhaçada.

  • Marcos Kilder
    2011-12-13T10:35:16

    achado nao eh roubado! tinham q investigar os funcionarios da apple q perderam um aparelho tao valioso na epoca. esses irresponsaveis. tomara calderon ganhe muito dinheiro nesse processo, ponho fe nisso!!!!