Fabricantes

07/12/2011 10h20 - Atualizado em 07/12/2011 10h20

IBM testa chip superveloz

Calebe Aires
por
Para o TechTudo

Quando pensamos que os computadores já estão rápidos, os cientistas surgem com mais uma novidade em tecnologia. A IBM revelou nesta semana o primeiro teste aberto ao público de um chip superveloz. A tecnologia vem sendo criada desde 2008, mas só agora os resultados do que já foi obtido foram apresentados.

Imagens do chip Racetrack mostram uma única coluna de 40 nanofios. (Foto: Reprodução/ BBC)Imagens do chip Racetrack mostram uma única coluna
de 40 nanofios. (Foto: Reprodução/ BBC)

Chamada de memória Racetack, o sistema armazena informações através de finos fios magnéticos. Segundo a IBM, estes fios condutores são capazes de não somente guardar informações, mas também de serem bem mais rápidos dos que discos rígidos e memórias flash.

Cada célula Racetack que forma as 256 unidades da memória consiste em um simples fio magnético de 60-240 nanômetros (nm) de largura e 15-20 nm de espessura. Um nanômetro é um bilionésimo de um metro. Além disso, a vida útil da Racetack, segundo seus criadores, pode durar milhões de vezes mais que a de um disco rígido ou uma memória flash, que dura até 100 mil gravações de um chip.

Esse avanço pode ser um grande triunfo para a IBM, mas não a deixa livre das empresas concorrentes que também investem pesado na elaboração de novas tecnologias. Ocorre que variantes como custos de fabricação, impacto ambiental, velocidade e facilidade de se encontrar matéria-prima determinam se esta ou aquela tecnologia fará parte da próxima geração de memórias a ser amplamente usada pelo mercado. Quem  será que vai ganhar esta disputa?

Via BBC

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares