13/12/2011 15h50 - Atualizado em 13/12/2011 15h50

Novo chip representa evolução para construção do computador quântico

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Cientistas da Universidade de Bristol, na Inglaterra, chegaram ao primeiro chip quântico reprogramável da história, um salto enorme rumo à computação baseada na Mecânica Quântica. O dispositivo foi produzido com silício convencional e apresenta 2 qubits (os bits quânticos) de desempenho. Peter Shadbolt, engenheiro líder da pesquisa, afirmou que “este experimento conduziu a um chip que é dez vezes mais complexo do que qualquer outro experimento que abordou esta tecnologia”.

Chip Quântico (Foto: Reprodução/Science Daily)Esquema mostra o funcionamento do chip quântico (Foto: Reprodução/Science Daily)

O chip tem dois canais de onda e oito eletrodos, e é capaz de entrelaçar constantemente os fótons, produzindo todos os estados possíveis entre eles. Conforme os eletrodos estão programados, diferentes estados podem ser realizados. Isso significa dizer que um mesmo eletrodo no chip pode estar “ligado, desligado ou as duas coisas ao mesmo tempo”. É o princípio da Computação Quântica, e que deriva na noção de qubit. Enquanto o bit convencional admite apenas o 0 ou o 1, o ligado ou o desligado, o qubit vai além.

Chip Quântico (Foto: Reprodução/Science Daily)Esta pode ser uma foto histórica: o primeiro
chip quântico (Foto: Reprodução/Science Daily)

O chip é minúsculo, se comparado a praticamente qualquer outra iniciativa no campo da Computação Quântica. Ele mede 70 mm por 3 mm. É enorme se comparado a um processador Ivy Bridge de 22 nm, mas, em todo caso, é o primeiro componente quântico a caber num computador, a funcionar efetivamente como dispositivo quântico e, não menos importante, a ser concebido com material e processos fabris bastante conhecidos em relação ao silício.

Agora o próximo passo, segundo os pesquisadores, é amadurecer a tecnologia para começar a pensar nos primeiros computadores quânticos. Estima-se que eles teriam impactos em toda a área da tecnologia em virtude da altíssima velocidade de cálculo, capacidade de miniaturização e baixo consumo de energia. Recentemente, a IBM declarou que estima computadores quânticos cheguem ao mercado em 2017.

Via Science Daily

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares