24/01/2012 08h53 - Atualizado em 24/01/2012 14h47

Estudante de 16 anos desenvolve aplicativo que condensa páginas da web

Luciana Vieira
por
Para o TechTudo

Uma ideia simples, mas muito útil: resumir textos da web em pontos importantes no seu iPhone. Criado por Nick D'Aloisio, um estudante britânico de 16 anos, o aplicativo Summly já atrai vários investidores da área de tecnologia, incluindo um dos homens mais ricos do mundo, Li Ka-Shing.

Nick D'Aloisio (Foto: Reprodução/Daily Mail)Nick D'Aloisio (Foto: Reprodução/Daily Mail)

A fama veio depois que o programa foi escolhido pela Apple como o aplicativo da semana, tendo sido baixado cerca de 115 mil vezes. O motivo do sucesso é óbvio: o Summly facilita as buscas na rede, resumindo os resultados encontrados em pontos de maior relevância. Para isso, ele utiliza o histórico de pesquisa do usuário. Além disso, o download é gratuito.

O menino se reuniu com investidores do Vale do Silício, e já pensa em licenciar ou vender a tecnologia. Entusiasmado com a repercussão do aplicativo, ele declarou: “Ter o apoio da Apple tem sido incrível. Seis meses atrás, quando eu estava aprimorando a idéia, sabia que tinha potencial, mas a velocidade que as coisas têm tomado me surpreendeu”. O sucesso permitiu o encontro do estudante com o designer da Apple Jonathan Ive.

Entre provas da escola que frequenta em Wimbledon e reuniões com empresários, Nick, que desenvolveu o software em casa com o apoio dos pais e a ajuda do irmão de 12 anos, já pensa em abrir um escritório e contratar funcionários de várias partes do mundo. O menino pretende ir para a Universidade estudar Filosofia, mas não descarta seu futuro como desenvolvedor: “Eu tenho várias outras ideias também, mas no momento eu só quero ver como o Summly pode crescer”, revelou.

Via Daily Mail

O TechTudo apoia o Brasil Sem Vírus, movimento que dissemina práticas de segurança e distribui antivírus gratuitamente. Estima-se que 80% dos brasileiros já estiveram com os computadores ameaçados por vírus e ataques de hackers. Você pode ajudar sua rede de amigos enviando uma vacina para eles. Seja voluntário!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Gabriel Ferreira
    2012-02-06T11:13:25

    Provavelmente eu poderia processa-lo por plagio pois, ele usou o servidor de busca do android 2.2 ou seja o linux para tablet como base entro no sistema de função e pegou o codigo html e simplesmente fez o progama como base que como prova eu poderia baixar o progama e transferir pro meu tablet que isso é uma coisa que qualquer nerd como a gente poderia fazer.

  • Leandro Velasco
    2012-01-24T18:06:00

    Provavelmente poucos sabem que a tecnologia do motor de buscas da Google é brasileira (longa história)! Resumindo: Os NERDS daqui venderam o direito. Mal sabiam o potencial que tinham nas mãos! Mas tudo bem, enquanto pessoas pensam que o Brasil só tem putaria, prodígios em todas as áreas não têm o apoio merecido, e ainda assim correm atrás. Com um pouquinho de apoio o futuro pode ser bem diferente. O inacreditável é o polo tecnológico que Malásia e Índia se tornaram e o Brasil .... sem comentários! Eita NÓIS...

  • Vagner Kochi
    2012-01-24T17:24:35

    O MUNDO É DOS NERDS. Com certeza, aqueles que são geralmente os cdfs e são zoados um dia podera ser seu patrão.Então o caminho é o estudo. Pena que aqui os melhores não são valorizados e ainda sofrem o bulling.

  • Alberto Esteves
    2012-01-24T16:35:33

    Só para corrigir o site era o "Cadê"

  • Antonia Rodrigues
    2012-01-24T16:31:35

    O Glauber está por fora, pois não sabe que foi um garoto brasileiro quem fez um aplicativo para traduzir o SIRI para o Português e foi aplaudido até pela APPLE ! Essa notícia foi publicada na Folha de São Paulo !

  • Alberto Esteves
    2012-01-24T16:28:33

    Para os corneteiros de plantão que acham que no Brasil só tem analfabeto quero só lembrar a história do brasileiro que, anos atrás, criou em seu apartamento em um simples pc o site de buscas "aonde", ele tinha uns 16 anos quando criou o site, mais tarde o vendeu para o yahoo e ficou milionário antes dos 18. Não estou dizendo que o que esse rapaz fez não é extraordinário, mas nem por isso quer dizer que somos inferiores e não podemos fazer coisas notáveis. Se acham que não têm capacidade de realizar algo, tudo bem, mas não duvidem do potencial dos outros.

  • Frederico Silva
    2012-01-24T15:40:29

    Eu concordo com vc.... Cara, pra fazer isso tem q ter uma inteligencia anormal, mega desenvolvida. Isso mostra cm a educação lá é diferente. Pra terem ideia, akir no Brasil, tem escolas q os alunos so vao comecar aprender informatica no ensino medio. Esse garoto pelo visto, tem mt intimidade com tecnologias.

  • Augusto Danrley
    2012-01-24T14:28:03

    Prezados senhores temos q assumir,que o gartoto e bom mesmo,nao tem nada disso de que muitos brasileiros sao bons em suas areas,sim sao,mais porem temos q entender que ate hj nenhum brasileiro foi capaz de criar um aplicativo semelhante a esse.

  • Lost Developiments
    2012-01-24T14:21:29

    incrible

  • Paulo Tavares
    2012-01-24T14:03:52

    Hahahah. Lendo os comentários dessas notícias do G1, fico sempre impressionando como temos tanto sociólogos/economistas no brasil. Se vcs tem a solução, porque não se mexem?

  • Lucas Vital
    2012-01-24T14:00:31

    Aqui no Brasil nós temos grandes pesquisadores, inclusive o Dalton Barroso, que desvendou a bomba nuclear americana sem ao menos sair do País.

  • Samira
    2012-01-24T12:45:20

    correção: Famoso ditado: Santo de Casa não Faz Milagre,Tantas outras coisas desnecessárias são valorizadas,enquanto as coisas que realmente são importantes não recebem o mesmo tratamento,o Brasil tem sim profissionais capazes o problema e que não reconhecidos,preferem investir em algo no exterior do que valorizar o que já tem "Dentro de Casa".

  • Samira
    2012-01-24T12:41:41

    Famoso ditado: Santo de Casa não Faz Milagre,Tantas outras coisa desnecessárias são valorizada s,enquanto as coisas que realmente são importantes não recebem o mesmo tratamento,o Brasil tem sim profissionais capazes o problema e que não reconhecidos,preferem investir em algo no esterior do que valorizar o que já tem "Dentro de Casa".

  • Nelio Bastos
    2012-01-24T12:25:05

    Luciano, no Brasil temos não só exímios programadores, mas também exímios matemáticos, físicos, médicos, biólogos, químicos, engenheiros, etc... Só que por aqui só se valoriza os jogadores de futebol e as "celebridades" (entenda: BBBs, atrizes, atores, cantores e afins). Estes são admirados, ganham bem vendendo seu "talento" e são inclisive vendidos pela mídia como exemplos a serem seguidos pelos nossos jovens. Enquanto isso, lá fora, estes garotos realmente geniais farão a diferença REAL no mundo... Ou mudamos nossa mentalidade, ou mesmo sendo a sexta econimoa do mundo não sairemos do lugar.

  • Luiz Baldasseirine
    2012-01-24T10:52:07

    Eu concordo com o Alberto Esteves! O Brasileiro tem muita competência com certeza! Com certeza esse tal de Glauber Ribeiro nunca fez uma viagem para o exterior, porque se tivesse feito e saber o quanto as outras nacionalidades admiram os Brasileiros!

  • Luciano Scarani
    2012-01-24T10:49:09

    Glauber, caso vc não saiba, no vale do silício tem mais de 3.000 "meninos" brasileiros desenvolvendo suas idéias. E aqui ainda tem um monte pronto pra ir pra lá. Aqui somos tão, ou mais, inteligentes que os de lá, só que as boas "cabeças" são levadas tão cedo quanto os bons jogadores de futebol.

  • Alberto Esteves
    2012-01-24T10:10:40

    E já começa o velho complexo de vira-lata. No Brasil existem muitas pessoas com essa competência, o que falta é investir nelas, justamente porque tem gente com o mesmo pensamento do carinha aí de baixo. Se o próprio brasileiro não se valoriza, quem vai valorizar.

  • Glauber Ribeiro
    2012-01-24T09:59:15

    No Brasil ta faltando pessoas com essa competência