Jogos de aventura

31/01/2012 09h15 - Atualizado em 16/01/2014 12h39

Nintendo sugere novas fases como DLC pago para Super Mario 3D Land

Arthur Figueiredo
por
Para o TechTudo

O presidente da Nintendo, Satoru Iwata, respondeu várias questões sobre o faturamento da empresa. A desvalorização do iene e a queda de preço do 3DS foram grandes fatores para o prejuízo recente. O portátil somente passará a dar lucro para a empresa a partir de abril (ele é vendido atualmente abaixo do custo), mas a Nintendo já possui outros planos para gerar receita com os seus jogos, e na forma de expansões pagas para os principais jogos.

Super Mario 3D Land (Foto: Divulgação)Super Mario 3D Land (Foto: Divulgação)

A Nintendo tem conseguido lançar jogos populares e fazê-los continuar a ter boas vendas durante longos períodos de tempo. Os jogos da série Mario Kart lançados para o Wii e para o DS são bons exemplos: acumulam hoje mais de 25 milhões de unidades vendidas cada, ao longo de vários anos. Iwata acredita que, no caso do 3DS, Mario Kart 7 e Super Mario 3D Land terão o mesmo efeito.

Entretanto, para manter o interesse dos jogadores e a longevidade do jogo e do seu lucro, "DLC pago é o caminho", diz Iwata. Com DLC, o objetivo é manter os games na boca dos jogadores, em vez de vê-los terminar o jogo uma única vez, e nunca mais falarem sobre ele. Iwata usa Wii Fit Plus como exemplo, que é uma expansão baseada em disco para o Wii Fit original. No futuro, a Nintendo poderia simplesmente lançar pacotes de exercícios por DLC para o jogo.

Mais especificamente, Iwata afirma que a série Super Mario seria um ótimo palco para expansões. Organizado em “mundos” bem divididos, Super Mario 3D Land poderia receber conteúdo adicional, na forma de um pacote de fases, ou mesmo um mundo novo inteiro. Além disso, foi anunciada a produção de um novo jogo da série, em plataforma 2D, de progressão lateral. Há boas chances de vermos DLC para ele, também.

“Como disse antes, a ideia é fornecer novas fases para jogadores de Super Mario que queiram jogá-lo mais, mas já terminaram o game e perderam o interesse nas fases existentes”, conta Iwata. “Isto não nos daria somente novos lucros, mas também estenderia a vida do produto, de maneira que ele nunca ‘saia de moda’, atraindo continuamente a atenção do público enquanto as pessoas continuarem jogando.”

Via Eurogamer

O TechTudo apoia o Brasil Sem Vírus, movimento que dissemina práticas de segurança e distribui antivírus gratuitamente. Estima-se que 80% dos brasileiros já estiveram com os computadores ameaçados por vírus e ataques de hackers. Você pode ajudar sua rede de amigos enviando uma vacina para eles. Seja voluntário!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Vinícius Bonassoli
    2012-01-31T10:39:42

    Eu li em outra reportagem que a Nintendo era contra os DLC pagos, ela até disse para a EA Games que não queria que a produtora colocasse DLC pago em seu console, dizendo que teria que ser gratuito...