Internet

21/02/2012 15h05 - Atualizado em 21/02/2012 15h05

Pesquisa mostra que redes sociais podem ser maior fonte de conteúdo da Internet em 2012

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

As redes sociais estão dominando o mundo. Esta não é somente uma expressão, mas, de acordo com pesquisa feita pela comScore, está se tornando uma verdade absoluta na Internet. O “boom” dos sites de relacionamento já passou, mas eles continuam crescendo a cada dia. Segundo o estudo, 16,6% dos minutos gastos na Internet em 2011, nos Estados Unidos, foram em páginas deste tipo.

social-comscore-feb2012bAudiência média das redes sociais (Foto: Reprodução)

O Facebook é o principal pilar desta evolução. O site criado por Mark Zuckerberg teve audiência média de 423 minutos por usuário no mês de dezembro. Mas os concorrentes também estão crescendo. O Twitter, segundo colocado, teve 37,5 milhões de visitantes únicos nos últimos 30 dias do ano passado.

O Pinterest vem com um crescimento absurdo, já ultrapassando concorrentes fortes como o Twitter e Tumblr.

O LinkedIn, por sua vez, somou 33,5 milhõs, enquanto o Google+ alcançou a marca de 20,7 milhões e o Tumblr 18,8 milhões. Tais números comprovam uma teoria estabelecida pelos estudiosos da comScore. Segundo eles, as redes sociais já vão se tornar a maior fonte de conteúdo da Internet, superando os portais de notícias, ainda neste ano de 2012.

O estudo, chamado de “2012 US Digital Future in Focus”, revelou ainda um aumento de 43% na audiência de vídeos online em relação ao ano passado. O volume de usuários que assistem transmissões ao vivo na web também cresceu, em 20%. O e-commerce e os anúncios foram outros números que aumentaram segundo a pesquisa, que revelou ainda que os programas de mensageiro instantâneo e e-mail estão em decadência (queda de 40%) em relação ao último ano.

Via Mashable

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares