09/04/2012 14h21 - Atualizado em 10/04/2012 15h47

Apple começa a bloquear aplicativos que identificam aparelhos

Edivaldo Brito
por
Para o TechTudo

A partir do final de março, a Apple passou a rejeitar todos aplicativos do iPhone e do iPad que acessam as UDIDs (sequências alfanuméricas de 40 dígitos usadas como identificadoras de cada dispositivo) de seus usuários. A medida já havia sido anunciada aos desenvolvedores no ano passado, e busca evitar apps que utilizam desse recurso para obter informações pessoais dos clientes.

udidIdentificação UDID no iTunes (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Alguns desenvolvedores usam o UDID para compilar estatísticas a respeito do uso de aplicativos, e para fornecer informações sobre o comportamento do usuário para os anunciantes. Em 2010, uma pesquisa mostrou que 68% dos 50 apps mais baixados da App Store estavam transmitindo conteúdo pessoal dos usuários às empresas de publicidade, o que rendeu um processo à Apple.

Em fevereiro de 2011, a empresa voltou aos tribunais, dessa vez acusada de fornecer aos desenvolvedores de aplicativos acesso aos UDIDs dos usuários sem o consentimento dos mesmos. A empresa permitia ainda que informações sobre o histórico de navegação dos seus clientes, que deveriam ser secretas, chegassem a terceiros.

Com o bloqueio da Apple garantindo mais privacidade aos usuários, alguns desenvolvedores já estão a procura de outras alternativas para coletar informações pessoais. A identificação pelo endereço MAC da placa de rede dos aparelhos, por exemplo, é uma das alternativas cotadas para substituir o uso do UDID.

Via TechCrunch

  • imprimir
Seja o primeiro a comentar


Imagem do usuário
Sair

Quer realmente sair da globo.com?

Imagem do usuário

recentes

populares