Internet

09/08/2012 13h58 - Atualizado em 09/08/2012 13h58

Google Mapas vai informar sobre o trânsito de mais cinco cidades brasileiras

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

Em publicação no seu blog oficial, o Google anunciou uma interessante expansão do serviço Google Maps: a partir de agora, os usuários de mais de 130 cidades do mundo poderão utilizar a página para terem informações sobre como está o trânsito nas suas localidades. E, entre elas estão cinco regiões brasileiras: Brasília, Campinas, Fortaleza, Porto Alegre e Salvador.

Sistema de tráfego do Google chegou a outras cidades brasileiras (Foto: Reprodução) (Foto: Sistema de tráfego do Google chegou a outras cidades brasileiras (Foto: Reprodução))Sistema de tráfego do Google chega a mais cidades
brasileiras (Foto: Reprodução)

O quinteto se une às pioneiras brasileiras deste projeto, que são Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo e Recife. Com a novidade, passa ser possível ativar a opção “traffic” no mapa da cidade desejada. Assim, os usuários têm acesso a uma estimativa de como está o trânsito e de qual é o melhor caminho a ser tomado para seu destino.

“Esperamos que essa atualização lhe poupe tempo e paciência ao viajar”, disse o engenheiro de software do Maps, Raphael Mariner.

A expectativa é de que saiam cada vez mais updates para a função de trafego do Google Maps. A companhia espera disponibilizar este serviço em todas as cidades que tiverem pelos menos um milhão de habitantes. Belém, Goiânia, Manaus, São Gonçalo e São Luís devem ser as próximas.

Vale ressaltar que, obviamente, não é apenas no Brasil que a funcionalidade está disponivel. Nesta atualização, por exemplo, além das cidades brasileiras, foram incluídas na lista dos locais onde os usuários podem buscar informações de transito no Google Maps diversas regiões dos EUA e de outros países da América Latina.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares