Internet

20/08/2012 17h44 - Atualizado em 20/08/2012 17h44

Rede social chinesa pretende processar o Facebook por ‘roubo da Timeline’

Raquel Freire
por
Para o TechTudo

O Facebook está sendo acusado de "roubar a Timeline" da rede social chinesa L99.com. A empresa estuda abrir processo contra a empresa de Mark Zuckerberg . A companhia afirma ter lançado a linha do tempo em 2008 – três anos antes da maior rede social do mundo, que inaugurou o formato em 2011 -, o que faria com que a companhia americana estivesse infringindo os direitos de propriedade intelectual, segundo relatório da Marbridge, consultoria especializada em telecomunicações e TI com foco no mercado chinês.

Página inicial da rede social L99.com (Foto: Reprodução)Página inicial da rede social L99.com (Foto:
Reprodução)

De acordo com o CEO do site, Xiong Wanli, existem vídeos da participação de ninguém menos que o próprio Zuckerberg em uma palestra dada em Stanford, na qual o chinês revelou o conceito de Timeline. Apesar disso, o diretor-executivo da L99.com ainda não mostrou algum vídeo ou esclareceu exatamente o conteúdo das gravações.

Para o jornal China Youth Online (Cyol), ele também disse ter sido contatado por vários escritórios jurídicos norte-americanos, que o teriam questionado sobre a intenção de tomar o Facebook, e que está considerando uma das propostas devido ao alto poder de multa, caso a empresa de Menlo Park seja considerada culpada. Xu Xinming, um famoso advogado chinês, declarou ao veículo que a decisão não seria difícil, mas o problema estaria em estipular o valor financeiro a ser pago pela suposta violação.

A China – onde o Facebook é bloqueado desde 2010 – vem se tornando recorrente processos semelhantes. A Apple, por exemplo, já pagou U$ 60 milhões devido a uma disputa da marca iPad e, atualmente, tem três outros casos pendentes com empresas sediadas no país oriental.

Via TNW

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares