Fabricantes

19/10/2012 08h20 - Atualizado em 19/10/2012 08h20

Nasa cria exoesqueleto para astronautas 'malharem' no espaço

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A Nasa desenvolveu um novo exoesqueleto para ser utilizado pelos astronautas durante missões espaciais. O equipamento, batizado de X1, pesa 25 quilos na gravidade terrestre, e foi concebido para facilitar os exercícios físicos que precisam ser realizados pelos astronautas constantemente durante sua permanência em órbita.

Equipamento foi concebido para manter a forma dos astronautas em dia (Foto: Divulgação)Equipamento foi concebido para manter a forma dos astronautas em dia (Foto: Divulgação)

Astronautas precisam realizar exercícios físicos em órbita para mantar a musculatura em dia, fortalecida, e pronta para o retorno à gravidade terrestre. Em gravidade zero, sem exercício, os músculos enfraquecem a tal ponto que, depois de um período prolongado no espaço, ao voltar, o astronauta teria dificuldade até mesmo de ficar em pé, por exemplo.

Pensando nisso, a Nasa criou o exoesqueleto X1. Ele possui um conjunto de quatro pequenos motores elétricos posicionados na altura das costelas e dos joelhos que permitem uma movimentação de 10 graus. Conforme o programa, esses motores podem gerar resistência, para exigir esforço do usuário, ou facilitar movimentos.

Embora tenha sido concebido para uso dentro da estação espacial e para manter a forma física dos tripulantes em dia, o equipamento foi desenvolvido com vistas ao futuro. Sua estrutura e projeto básico, segundo a Nasa, podem ser facilmente adaptados para o uso na superfície de planetas alienígenas, adaptando o funcionamento do corpo humano a ambientes que ofereçam gravidade muito diferente daquela a que estamos acostumados aqui, na Terra.

Via Dvice

Tem alguma dúvida de tecnologia? Entre no Fórum do TechTudo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares