Jogos de aventura

14/11/2012 05h30 - Atualizado em 14/11/2012 11h24

Assassin's Creed: cinco anos de uma das maiores franquias desta geração

Marcell Santos
por
Para o TechTudo

A série Assassin's Creed foi e vem sendo uma das mais rentáveis franquias da Ubisoft Montreal. A empresa investe pesado no enredo, gráficos e jogabilidade da série, que, desde 2007, ano do lançamento do primeiro título, atrai cada vez mais gamers de plantão. Assassin's Creed se torna a cada geração mais popular em suas diversas plataformas. Confira a história e algumas curiosidades da franquia.

O primeiro Assassin's Creed (Foto: Divulgação)O primeiro Assassin's Creed (Foto: Divulgação)

Jogabilidade

Os objetivos do jogo geralmente consistem em assassinar algum alvo, infiltrar-se em locais proibidos ou resgatar algum artefato perdido. A maior parte dos jogos se passa dentro do Animus - a máquina que faz o protagonista voltar ao passado - em que a interface do dispositivo exibe a saúde, equipamentos e objetivos do jogador.

Durante o uso do Animus, o jogador deve manter o nível de sincronização com seu ancestral, evitando utilizar ações que diminuam este nível, como levar dano, matar pessoas inocentes e acessar áreas não disponíveis no momento.

O jogador conta com vários recursos para realizar os assassinatos, como uma grande habilidade de free running, podendo escalar qualquer construção, um vasto arsenal, sendo a principal arma a lâmina escondida, um dispositivo no braço que saca uma lâmina e mata “sutilmente” o inimigo. Mas o jogo conta também com armas brancas e de fogo, além de poder arremessar facas e fazer uso de bombas.

Assassin's Creed Brotherhood - The Da Vinci Disappearance (Foto: Divulgação)Assassin's Creed Brotherhood  (Foto: Divulgação)

Mesmo com várias armas à disposição do jogador, o game encoraja o uso dos modos mais sutis possíveis para assassinar seus alvos, para que não chame muita atenção e evite que os guardas da cidade comecem a caçá-lo. Para isso, o jogo usa o conceito de movimentos passivos, que são sutis e discretos, e movimentos ativos como escalar construções e correr pelos telhados das casas, mas que chamam muita atenção.

Duas habilidades chaves à disposição do jogador. Uma delas é o salto de fé, em que o personagem se joga de lugares muito altos para descer normalmente, caindo em locais que amortecem a queda, como carroças de feno e montes de folhas. A outra é a visão aquilina, que permite ao jogador distinguir aliados dos inimigos e alvos através do uso de cores, além de haver detalhes que só podem ser vistos através desta habilidade.

A ajuda de várias facções também pode ser usada ao longo do jogo, como outros assassinos, além de cortesãs, ladrões, mercenários e ciganas. Por fim, o jogador deve libertar as cidades da influência dos templários, queimando estruturas que representem a dominação deles na região e reconstruindo a parte dominada, restaurando construções como ferrarias, alfaiatarias e pontos turísticos.

Assassin's Creed: Revelations na conferência da Ubisoft na E3 (Foto: TechTudo)Assassin's Creed: Revelations (Foto: Divulgação)

Assassin's Creed, 2007 (Playstation 3, XBox 360, Windows e MAC OS X)

O primeiro game da série mostra o início da saga do protagonista Desmond Miles, um barman descendente de assassinos que, embora criado como matador, fugiu de sua família para viver uma vida comum. Desmond é um guerreiro misterioso e temido pela sua crueldade. Suas ações podem jogar seu ambiente imediato no caos, e sua existência irá moldar os eventos durante este momento crucial na história.

E é inicialmente sequestrado pelas Indústrias Abstergo, a face moderna dos Cavaleiros Templários que estão cientes da linhagem de Desmond. O protagonista é forçado a usar o Animus, um dispositivo que lhe permite experimentar suas memórias ancestrais. Abstergo tenta descobrir a localização de diversos artefatos, ou “Pieces of Eden”, que têm grande poder, para controlar a humanidade e alterar o seu destino, trazendo a humanidade em um único grupo unificado.

Assassin's Creed (Foto: Divulgacao)Assassin's Creed (Foto: Divulgacao)

Desmond é posteriormente resgatado por uma pequena equipe de assassinos e levado para um local seguro. Depois de concordar em trabalhar com eles, o protagonista usa a sua versão da Animus (o Animus 2.0) a fim de continuar tendo as memórias de seus ancestrais para descobrir a localização de peças adicionais do Éden, para que possam ser recuperadas antes de Abstergo fazê-lo. 

Através de memórias de seus ancestrais, Desmond revive épocas como Terceira Cruzada da Terra Santa, Renascentismo e Revolução Americana, na esperança de encontrar alguma forma de deter os templários que querem instaurar uma Nova Ordem Mundial. Nas versões do jogo ambientados na Terceira Cruzada, foram lançados também Assassin's Creed: Altairs Chronicles (2008) para Nintendo DS, Windows Phone, iOS, WebOS, Android e Symbian e Assassin's Creed: Bloodlines (2009), exclusivo para PSP.

Assassin's Creed (Foto: Divulgacao)Assassin's Creed (Foto: Divulgacao)

Assassin's Creed 2, 2009 (PS3, Xbox 360, Windows, Mac OS X, Symbian e OnLive)

Assassin's Creed 2 começa em 1476 e termina em 1499 com o protagonista Ezio evoluindo através da história para se tornar um “assassino melhor”. Neste título, o jogador pode andar livremente por qualquer área da cidade para comprar armas, equipamentos ou medicamentos, além de ter a habilidade de dirigir pequenos barcos.

Se no primeiro capítulo da série havia cinco ou seis tipos de missões, existem entre 14 e 16 tipos em Assassin's Creed 2, o que torna a trama ainda mais instigante e desafiadora. A jogabilidade foi melhorada, permitindo que ao personagem usar partes do cenário ou de multidões como esconderijo. O jogador também é capaz de cometer um assassinato escondido se estiver posicionado corretamente próximo ao alvo, e se Ezio permanecer anônimo sem ter de selecionar as lâminas duplas.

AssassinsCreed2 (Foto: AssassinsCreed2)Assassins Creed 2 (Foto: Divulgação)

Além da cidade principal do jogo, o segundo episódio permite acessar outros locais escondidos, como cavernas e catacumbas, para adquirir novas recompensas. A visão de águia do primeiro jogo foi melhorada, agora tendo a opção de permanecer em terceira pessoa com a visão ativada, permitindo ao jogador localizar alvos enquanto anda. O jogador pode ainda construir sua própria aldeia com seus habitantes com objetivo de ganhar dinheiro.

Ambientados no Renascentismo, o jogo traz as versões: Assassin's Creed: Project Legacy (2010) para Nintendo DS e iOS, Assassin's Creed: Project Legacy para Facebook; Assassin's Creed: Brotherhood para PS3, Xbox 360, Windows, Mac OS X, Symbiam e OnLive e Assassin's Creed: Revelations para PS3, Xbox 360, Windows, Android, Symbiam e OnLive.

Assassin's Creed Revelations (Foto: Divulgação)Assassin's Creed Revelations (Foto: Divulgação)

Assassin's Creed 3, 2012 (PS3, Xbox 360, Wii U e Windows)

Assassin's Creed 3 é o terceiro título da série e o quinto jogo principal. O jogo se inicia com Desmond Miles no presente, após os eventos de Revelations, onde ele usará a nova versão 3.0 do Animus para se ligar a Connor, um dos seus vários ancestrais assassinos. A jogabilidade está mais interessante, agora a parte gráfica também acompanha esta evolução e nos traz uma melhoria significativa em relação aos jogos anteriores.

O nível de textura e efeitos está muito bom, propício para agradar aos fãs da série. A história acontece entre 1753 e 1783, onde a guerra entre os assassinos e os templários se mudou para a América Colonial e é focada na Revolução Americana, durante a Guerra da Independência quando os Estados Unidos se libertaram do domínio britânico.

Assassin's Creed 3 (Foto: Divulgação)Assassin's Creed 3 (Foto: Divulgação)

O jogo mostra um lado mais balanceado da eterna guerra com os templários, pois, de acordo com a Ubisoft, eles não são “os bandidos”, e realmente acreditam que estão fazendo a coisa certa. O assassino irá interagir com figuras históricas como George Washington, Benjamin Franklin e Charles Lee, participando em grandes momentos da história americana, como o Grande Fogo de Nova Iorque (1776) ou o Inverno de Vale Forge. Ambientado na Revolução Americana, o jogo traz ainda a versão: Assassin’s Creed 3: Liberation (2012) para PS Vita.

A série conta ainda com os livros: Assassin’s Creed: Graphic Novel, Assassin’s Creed Vol. 1: Desmond, Assassin’s Creed Vol. 2: Aquilus, Assassin’s Creed: Renaissance, Assassin’s Creed: Brotherhood, Assassin’s Creed: The Secret Crusade, Assassin’s Creed: The Fall, Assassin’s Creed: Encyclopedia, Assassin’s Creed: Revelations; além das mídias: Assassin’s Creed: Lineage, Assassin’s Creed: Ascendance e Assassin’s Creed: Embers.

Via UbiSoft

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Carlos Oliveira
    2012-12-06T12:23:15

    O assassins Creed 2 é um dos cinco melhores de todos os tempos na minha opinião. Tem uma história fantástica e o jogo nem preciso falar.

  • Marcelo Pires
    2012-12-06T01:08:07

    Uma das melhores franquias desta geração sem duvida.

  • Carlos Dantas
    2012-11-14T13:58:42

    Uma das franquias mais espetaculares que já vi, e certamente a mais importante que apareceu nesta geração. A imersão da série em cidades como Jerusalém, Veneza, Florença, Roma e Constantinopla... é de outro planeta. Em AC 3, não gostei tanto de Boston e Nova Yorke, mas a Fronteira é fantástica, um dos cenários mais fantásticos que já vi em jogos. Individualmente, sempre achei Batman Arkham City e Red Dead Redemption melhores, mas a série como um todo está em outro nível.

  • Leandro Paiva
    2012-11-14T10:34:59

    Um dos melhores games de todos os tempos... "Nada é verdade, tudo é permitido!"

  • Jorge Ferreira
    2012-11-14T09:47:07

    ISSO ACONTECEU COM MELHORIAS NO JOGO

  • Adolpho Lima
    2012-11-14T09:17:22

    Em pensar que quando saiu o primeiro, muitos torceram o nariz e disseram que a franquia não iria longe

  • Thiago Soares
    2012-11-19T03:33:19

    Que diabos é isso? A sexta foto, (primeira com legenda de assassins creed 2) não é imagem do jogo, é de um video no youtube, uma "parodia" de um cara fazendo parkour fantasiado de Altair, tanto que da para ver prédios e construções modernas no fundo....

  • João Junior
    2012-11-18T16:26:04

    assasins creed 1 e um jogo mt bom mais as missoes sao muito repetitivas chega uma hora que enjoa

  • Rodrigo Duarte
    2012-11-14T17:55:30

    Joguei o 2 umas 4 horas... mais não gostei do jogo... pra quem gosta boa jogatina...

  • Carlos Oliveira
    2012-11-14T17:55:17

    Assassins Creed tem uma história fantástica e é um dos melhores jogos da atualidade.

  • Emanuel Junior
    2012-11-14T17:21:53

    São jogaços indispensáveis pra todo gamer de bom gosto.