21/11/2012 09h45 - Atualizado em 21/11/2012 10h47

Estudante registra imagens do espaço e gasta apenas R$ 600 em projeto

Flavia Almeida
por
Para o TechTudo

Adam Cudworth, um estudante de 19 anos do Reino Unido, gastou cerca de R$ 600 para desenvolver sistema que levou uma simples câmera digital para o espaço dentro de uma caixa a partir de um balão. Deslumbrado com as fotografias da Nasa, o jovem conseguiu registrar através de sua criação uma série de imagens espaciais da Terra a 34 mil m de altura.

Adam Cudworth montando o equipamento (Foto: Reprodução / Adam Cudworth) (Foto: Adam Cudworth montando o equipamento (Foto: Reprodução / Adam Cudworth))Adam Cudworth montando o equipamento (Foto: Reprodução/Adam Cudworth)

Para construir o equipamento, o estudante demorou 40 horas no projeto, que utilizava basicamente uma caixa contendo uma simples câmera Canon PoweShot A570, um aparelho comum de GPS, um rádio e um microprocessador. Adam o prendeu a caixa a um balão e esperou duas horas e meia até que o dispositivo alcançasse a altura desejada para capturar as imagens.

Foto do espaço retratado por Adam Cudworth (Foto: Reprodução / Adam Cudworth)Foto feita durante o voo da engenhoca elaborada por Adam Cudworth (Foto: Reprodução / Adam Cudworth)

O rastreador GPS serviu para acompanhar o processo do objeto e o rádio para encontrá-lo depois do pouso. De acordo com Adam, o balão estoura naturalmente após alcançar uma certa altura. “O balão expande de acordo com a altitude e estoura quando está entre 30 e 35 km. O equipamento então cai e conta com a ajuda de um paraquedas”, disse o estudante.

Foto da Terra registrada por Adam Cudworth (Foto: Reprodução / Adam Cudworth) (Foto: Foto da Terra registrada por Adam Cudworth (Foto: Reprodução / Adam Cudworth))Foto da Terra registrada por Adam Cudworth (Foto: Reprodução/Adam Cudworth)

Atualmente, o principal desafio do jovem é encontrar artigos eletrônicos compatíveis com todos os outros aparelhos e reduzir o consumo de energia. Porém, ele alegou receber componentes de fornecedores e reutilizar os itens em bom estado de conservação.

Via Mail Online

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Dani Nakamura
    2012-11-21T18:52:09

    Andre, não fosse os investimentos da NASA e ESA, não haveria satélites e GPS, muito menos seria possível fazer isso com US$ 300,00... Pra isso que a gente acha comum e barato entrar no mercado, alguns milhões ou bilhões precisam ser gastos em desenvolvimento até que a tecnologia seja confiável pra ser produzida em série... Se percentualmente sobre o PIB todos os países do mundo gastassem o que os EUA gastaram com a NASA, talvez a gente estaria vivenciando hoje a tecnologia que que vivenciaremos só daqui a cinquenta anos.

  • André
    2012-11-21T11:17:26

    Muito bacana!

  • Gustavo Nunes
    2012-11-22T06:23:11  

    Isso porque o cara é do Reino Unido. Se fosse no Brasil, só os impostos sobre a câmera e o gps já passariam dos R$ 600,00.

    recentes

    populares

    • Gustavo Nunes
      2012-11-22T06:23:11  

      esse é nosso "brazil" de impostos!!!

  • Andre Filho
    2012-11-21T12:15:13  

    Se fosse algo da Nasa seria U$600.000,00

    recentes

    populares

    • Andre Filho
      2012-11-21T12:15:13  

      Gabriel Nogueira acredito que esse valor seria sem taxas e impostos, certo? :P

    recentes

    populares

    • Andre Filho
      2012-11-21T12:15:13  

      Gabriel Nogueira kkkkkkkkkkkkk fato!