Internet

14/11/2012 16h38 - Atualizado em 14/11/2012 16h43

Falha de segurança no Skype já foi corrigida, garante a Microsoft

Camila Porto
por
Para o TechTudo

A grave falha na área de recuperação de senha descoberta no Skype nesta quarta-feira (14) pela Microsoft já foi corrigida. Foi o que garantiu a empresa em um comunicado no blog Skype HeartBeat. Segundo eles, após suspender o recurso de redefinição de código de segurança temporariamente, por medida de precaução, foram realizadas atualizações na função, que agora opera corretamente.

Foi lançada uma atualização do Skype para o Windows e Mac, é a versão 6.0 (Foto: Reprodução/The Verge) (Foto: Foi lançada uma atualização do Skype para o Windows e Mac, é a versão 6.0 (Foto: Reprodução/The Verge))Problema atingiu usuários com várias contas associadas a um único endereço de e-mail  (Foto: Reprodução/The Verge)

Divulgado em um fórum russo há duas semanas, o problema de segurança permitia que qualquer pessoa consiguisse trocar a senha do programa tendo apenas o endereço de e-mail utilizado para o login. Em vez do Skype enviar um token de acesso para o e-mail cadastrado, ele era disponibilizado dentro do próprio comunicador. A partir disso, com acesso aos dados da vítima, qualquer um poderia alterar o código de segurança e roubar uma conta.

Ainda segundo a nota emitida pela Microsoft, o problema afetou alguns usuários que têm várias contas associadas a um mesmo endereço de correio eletrônico. A companhia americana pediu desculpas pelo inconveniente e garantiu estar compremetida com uma experiência de comunicação segura.

Apesar da detecção  e correção do problema, recomenda-se ainda troca do seu endereço de login ou a redefinição de sua senha, como uma medida extra de segurança.

Tem alguma dúvida de tecnologia? Entre no Fórum do TechTudo!

Via The Next Web e Neowin

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares