Internet

18/12/2012 14h16 - Atualizado em 07/11/2013 09h54

O Quebra-Nozes faz 120 anos e ganha homenagem em Doodle do Google

Mariana Coutinho
por
Para o TechTudo

Nesta terça-feira (18), o Google transformou seu Doodle para homenagear o clássico "O Quebra-Nozes", do russo Piotr Ilitch Tchaikovsky. O balé completa 120 anos e é representado pelo Google por um casal de bailarinos e alguns brinquedos que ganham vida no espetáculo.

Já seguiu o @TechTudo_oficial no Instagram?

Doodle comemora os 120 anos de "O Quebra-Nozes" (Foto: Reprodução)Doodle comemora os 120 anos de "O Quebra-Nozes" (Foto: Reprodução/Google)

“O Quebra-Nozes” conta a história da menina Clara que pede de Natal a seu padrinho um quebra-nozes especial com a aparência de um soldadinho. O boneco é usado de forma errada pelo irmão de Clara e acaba tendo o braço quebrado. A menina, desolada, dorme com o quebra-nozes nos braços. A maior parte do primeiro ato do balé se passa durante o sonho de Clara em que o soldado quebra-nozes ganha vida e se torna um príncipe. Durante o espetáculo, ele enfrenta as malvadas ratazanas da casa da menina e passeia com ela por um bosque encantado. Ao final, Clara percebe que tudo não passou de um sonho. Ela vai se despedir do padrinho, que está indo embora com seu sobrinho. Clara descobre, então, que o tal sobrinho é o príncipe quebra-nozes.

Confira também Ary Barroso, autor de 'Aquarela do Brasil', homenageado no Dooodle do Google!  

A primeira apresentação de “O Quebra-Nozes” aconteceu em St. Petersburg, na Rússia, em 18 de dezembro de 1892. Na época, o balé não foi tão apreciado quanto é hoje em dia. “O Quebra-Nozes” ganhou mais prestígio a partir da década de 1960 e passou a ser apresentado por companhias do mundo todo, especialmente na época de Natal.

Via Wikipedia

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares