Tablet

17/01/2013 13h42 - Atualizado em 17/01/2013 13h42

Amazon lança quiosques do Kindle no Brasil

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

A Amazon demorou a chegar ao Brasil, mas agora está fazendo de tudo para se estabelecer no mercado nacional com o seu e-reader Kindle. Além do site brasileiro, a companhia norte-americana também lançou quiosques para vender o leitor digital de livros em shoppings do Rio de Janeiro e de São Paulo, em uma estratégia inédita da empresa em todo o mundo.

Amazon lançou quiosques pela primeira vez no mundo (Foto: Reprodução/Gizmodo)Amazon lançou quiosques pela primeira vez no mundo (Foto: Reprodução/Gizmodo)

Os estandes são fruto de uma parceria com a empresa Superfone, que levou a ideia à Amazon. Um deles foi construído no Shopping Morumbi, em São Paulo, e o outro no Barra Shopping, no Rio de Janeiro. De acordo com o site PublishNews, o Shopping Iguatemi, na capital paulista, será o próximo a receber um quiosque do Kindle.

Ou seja, a abordagem da empresa no mercado brasileiro está sendo diferente do que ela faz em todo o mundo. Afinal, a Amazon vende o Kindle somente em seu site oficial ou em lojas físicas de terceiros, dependendo do país. A criação de uma loja física com a marca da empresa, mesmo que temporária, é inédita.

Os quiosques instalados nos shopping brasileiros vendem somente o e-reader por R$ 299 e seus acessórios. A coordenadora do projeto na cidade paulista, Iliana Ferrarese, explicou que os estandes são importantes para permitir que os possíveis compradores do Kindle tenham um contato maior com o aparelho antes de se decidirem, o que não acontece na Internet.

“Trata-se de um projeto-piloto ainda, mas no próximo dia 24 inauguraremos mais um quiosque no Shopping Iguatemi. As pessoas já têm acesso virtual ao Kindle no site, mas aqui elas conseguem ver e mexer no aparelho e, principalmente, tirar dúvidas. Fica mais no tête-à-tête”, comentou.

Como funciona o site da Amazon? Ajude ao usuário no Fórum do TechTudo!

Ainda segundo o site Publish News, esta estratégia mais agressiva acontece porque o objetivo da Amazon é vender 50 aparelhos por dia, uma meta relativamente alta. O objetivo, porém, ficou longe de ser batido nas primeiras 36 horas de operação do quiosque, quando só quatro Kindles e quatro capinhas foram comercializados.

Via Publish News e Gizmodo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares