TechTudo

27/01/2013 14h49 - Atualizado em 27/01/2013 14h49

Facebook indiscreto: Tumblr usa imagens polêmicas da busca social

Pedro Zambarda Para o TechTudo

Um blogueiro chamado Tom Scott criou um Tumblr polêmico chamado ‘Actual Facebook Graph Searches‘, com imagens de buscas possíveis com a nova ferramenta lançada para a rede social. O novo serviço Graph Search foi revelado no dia 15 de janeiro pelo próprio Mark Zuckerberg, CEO do Facebook e a sua iniciativa promete melhorar a busca por informações de seus amigos e contatos.

Já seguiu o @TechTudo_oficial no Instagram?

Tumblr polêmico bomba na web com buscas no Graph Search (Foto: Reprodução)Tumblr polêmico bomba na web com buscas no Graph Search (Foto: Reprodução/Tumblr)

De acordo com os testes e as fotos feitas por Tom, é possível saber quais dos seus amigos casados gostam de prostitutas e quem são suas esposas. O novo recurso pode invadir ainda mais os dados privados que as pessoas disponibilizam publicamente na Internet. Utilizando palavras chaves de lugares, fotos, vídeos e interesses, a rede criada por Mark Zuckerberg promete refinar as pesquisas em rede com mais de 40 filtros disponíveis na ferramenta, capazes de comparar perfis e dados publicados.

O sistema do Graph Search também consegue relacionar, por exemplo, se amigos seus que se declaram publicamente católicos utilizam camisinha, prática que é condenada pelo Papa Bento 16.

Tom explica que conseguiu esses resultados após ser convidado pelo próprio Facebook para testar as funcionalidades da ferramenta em rede. O blogueiro acredita que a ferramenta vai fazer as pessoas tomarem mais cuidado com o que compartilham de forma online e vai forçar muita gente a deixar seus perfis na opção privada, sem acesso público.

Confira algumas imagens que o Tumblr publicou sobre possíveis buscas que você pode fazer no Facebook com o Graph Search:

Graph Search mostra judeus que gostam de bacon (Reprodução)Graph Search mostra judeus que gostam de bacon (Foto: Reprodução/Tumblr)

Se você é adepto do judaísmo mas compartilhou algum conteúdo com a palavra bacon, a busca mostra que talvez você não seja tão fiel à sua fé. Judeus não devem consumir carne de porco, segundo seus dogmas.

Graph Search mostra quais de seus amigos casados gostam de prostitutas (Reprodução)Graph Search mostra quais de seus amigos casados gostam de prostitutas (Foto: Reprodução/Tumblr)

A ferramenta Graph Search não mostra apenas pessoas casadas que utilizam serviços de prostituição. A busca é tão refinada que exibe também as esposas que podem ter sido traídas.

Graph Search mostra até empresas que contratam pessoas racistas (Reprodução)Graph Search mostra até empresas que contratam pessoas racistas (Foto: Reprodução/Tumblr)

O sistema não relaciona apenas dados privados de seus amigos e contatos, mas consegue enquadrar perfis conhecidos em empresas. O Graph Search conseguiu detectar, por exemplo, pessoas racistas que trabalham em determinadas corporações.

Graph Search também consegue detectar homens casados que utilizam sites como Ashley Madison, para trair na internet (Reprodução)Graph Search também consegue detectar homens casados que utilizam sites como Ashley Madison, para trair na internet (Foto: Reprodução/Tumblr)

Graph Search dedura mesmo os homens casados ou comprometidos. A ferramenta permite descobrir quem entre eles utiliza serviços como o do site Ashley Madison, que organiza encontros com amantes pela Internet. A busca relaciona quais pessoas são amigas desse tipo de perfil e quais locais ele já visitou.

É possível saber pelo Graph Search quais pessoas católicas usam preservativos (Reprodução)É possível saber pelo Graph Search quais pessoas católicas usam preservativos (Foto: Reprodução/Tumblr)

O Papa Bento 16, líder da religião católica, proíbe o uso de preservativos durante o sexo. O Graph Search do Facebook consegue mostrar quais católicos utilizam camisinha, contrariando o dogma religioso.

Graph Search também mostra quais iranianos homens são gays na rede social (Reprodução)Graph Search também mostra quais iranianos homens são gays na rede social (Foto: Reprodução/Tumblr)

O Graph Search consegue revelar até homens islâmicos de Tehran, no Irã, interessados em relações gays. Lembrando que o islamismo repreende homossexuais segundo seus dogmas religiosos e o governo iraniano reforça esse tipo de comportamento no país.

E ai, assustado com o potencial do Graph Search do Facebook em suas buscas online? Você acha que a ferramenta invade a privacidade dos usuários? Não deixe de comentar sobre o caso no Fórum do TechTudo!

  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero

  • Geraldo Avelino
    2013-01-27T19:22:56

    Setem Bruchove, esse exumalqualquer não sabe nem limpar a bunda quanto mais classificar uma companhia jornalistica do porte da Globo, ele é tão imune ao face quanto eu e voce que estamos aqui e não negamos nossa PRESENÇA..............

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Eduardo
    2013-01-28T09:05:26

    vejo muitas noticias falsas sendo levadas a serio nesse "graph search"

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Rafael Augusto
    2013-01-28T02:43:34

    como faço para usar esta ferramenta de busca ? poderia ensinar ?

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Sonia Regina
    2013-01-27T20:02:30

    "Racismo, prostitutas e mais: as buscas mais bizarras encontradas no Facebook" Racismo é assunto bizarro? Bizarro é quem faz essas reportagens mal feitas e com títulos apelativos! Deveriam tomar cuidado com a maneira que colocam essas notícias, vocês são veículos de informações, devem trabalhar mais respeito e profissionalismo.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Geraldo Avelino
    2013-01-27T19:22:56

    Setem Bruchove, esse exumalqualquer não sabe nem limpar a bunda quanto mais classificar uma companhia jornalistica do porte da Globo, ele é tão imune ao face quanto eu e voce que estamos aqui e não negamos nossa PRESENÇA..............

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário

TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade