28/01/2013 16h11 - Atualizado em 28/01/2013 17h50

House of Hell é um livro de RPG solo que virou jogo de terror para Android

Felipe Vinha
por
Para o TechTudo

House of Hell é um novo game de horror para dispositivos Android que promete mexer com a nostalgia de muita gente. O jogo é inspirado em um livro de RPG do tipo “aventura solo”, muito popular entre os anos 80 e 90, escrito por Steve Jackson.

House of Hell é inspirado em livro de RPG solo dos anos 80 (Foto: Divulgação)House of Hell é inspirado em livro de RPG solo dos anos 80 (Foto: Divulgação)

O novo game já está disponível no Google Play por cerca de R$ 12 e apresenta uma adaptação bem fiel ao produto original. Da mesma forma que no livro, o jogador deve ler os fatos ocorridos na tela e, após isso, seguir para outras “páginas” do livro, dependendo de suas escolhas, para continuar a história das mais diversas formas.

Este tipo de jogo é conhecido como “RPG solo” pois é uma típica aventura de RPG, onde o livro faz o papel de “narrador da história”, mas que dispensa a participação de um grupo de jogadores, como nas aventuras tradicionais. Assim, somente um jogador acompanha toda a ação.

Na história de House of Hell o jogador deve sobreviver uma noite em uma antiga mansão assombrada. Para isso, ele precisa encarar monstros e outros desafios neste cenário. O livro original foi lançado em 1984 e este relançamento acompanha imagens coloridas.

Via Droidgamers

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Filipe Gesteira
    2016-05-01T13:27:12

    Existe algum apk neste estilo que seja em português

  • Anderson Santana
    2013-01-28T17:02:43  

    Steve Jackson do Gurps é diferente do Steve Jackson do "aventura solo"

    recentes

    populares

    • Anderson Santana
      2013-01-28T17:02:43  

      Você está correto, Anderson. Confundimos Steve Jackson (britânico) com o Steve Jackson (norte-americano). A matéria já foi corrigida.