18/01/2013 13h24 - Atualizado em 20/01/2013 14h42

Nova política do Instagram começa neste sábado; entenda as mudanças

Pedro Zambarda
por
Para o TechTudo

O Instragram mudou seus termos de uso e sua política de privacidade no dia 17 de dezembro de 2012. As novas regras do Instagram começam a valer neste sábado (19). Saiba, no TechTudo, o que efetivamente muda para você, que utiliza o aplicativo.

Já seguiu o @TechTudo_oficial no Instagram?

Instagram vai vender suas fotos? O que mudou? (Divulgação)Instagram vai vender suas fotos?
O que mudou? (Divulgação)

Informações pessoais

O Instragram é claro sobre esse assunto em sua política de privacidade. A empresa pode utilizar seus cookies (informações acumuladas em seu navegador), dados cadastrados e como você usa a rede para fornecer serviços aos “parceiros anunciantes”. Na prática, essa é a principal mudança no Instagram, que não envolve realmente as fotos que você tira de seus bichos de estimação, do pôr-do-sol na janela de sua casa ou de seus parentes e amigos.

As informações que realmente vão beneficiar a empresa são a forma como você utiliza o aplicativo e os dados coletados enquanto você estiver logado. A sua foto de perfil e os seus dados poderão ser utilizados para fazer propaganda de coisas que você gosta para seus amigos. Sabe onde isso já acontece? No Facebook, a companhia dona do Instagram.

Venda de fotos

Essa foi uma polêmica grande no Twitter e no Facebook no dia que o Instagram mudou suas regras, que rendeu inclusive brincadeiras na internet com as pessoas indignadas com as alterações. Por isso, é uma questão importante que deve ser esclarecida: Não, o Instagram não vai vender suas fotos.

As suas fotos estão inclusas no “conteúdo de usuário”, que está no termo de privacidade do Instagram e pode ser vendido para anunciantes. Mas os anunciantes não vão comprar as suas fotos. O que eles compram são as informações dos usuários, dados do tráfego do site e como as pessoas utilizam o serviço. Em troca, as empresas fazem anúncios, de acordo com seus dados. No entanto, a ideia não é utilizar suas fotos como se elas não fossem suas, roubando a autoria.

Como o serviço permite perfis privados e públicos, o Instagram sugere que vai respeitar o que os usuários definem como confidencial. E como os perfis possuem outros dados a seu respeito, a chave para os publicitários não é as fotografias que você tira e os filtros que você coloca, mas sim como você utiliza o aplicativo interagindo com outros usuários.

Funcionamento das vendas

O app pode fornecer seus dados ou, segundo eles próprios, “remover partes que identifiquem você, combinar suas informações com outras informações que não estão relacionadas com você e vender como informação agregada”. Esses termos utilizados mostram como os principais sites conseguem anunciantes: vendendo números do uso e formas de utilizar o aplicativo que realmente se encaixem em determinadas campanhas publicitárias. E o seu cadastro também será utilizado para agregar campanhas publicitárias.

Explicando de maneira simples, o que realmente interessa para o Instagram e seus anunciantes não é realmente quem é você, mas o que você faz com o serviço e como isso pode gerar receita com um anúncio agregado.

Cancelamento de contas

Seus dados ainda serão aproveitados para mais negócios publicitários do Instagram. Como um dia você foi cadastrado no serviço, seu usuário concordou com os termos de privacidade para aproveitar dos filtros em suas fotos. Mesmo fora do site, seus dados foram computados.

O importante para o Instagram não é necessariamente quem você é. Mas os seus dados combinados com milhares de outros usuários podem gerar receitas em novos anúncios.

Nova política de privacidade do Instagram permite que o serviço use o conteúdo dos usuários sem pedir permissão (Foto: Reprodução)Nova política de privacidade do Instagram
entrará em vigor  (Foto: Reprodução)

O motivo da mudança

A empresa explicou claramente os motivos em sua política de privacidade. “Nós sabemos que, ao nos unir com o Facebook, poderíamos construir um Instagram melhor para você. Desde então, estamos colaborando com a equipe do Facebook em novas formas de fazer isso. Como parte de nossa nova colaboração, aprendemos que, pela capacidade de compartilhar idéias e informações com os outros, podemos construir uma melhor experiência para os nossos usuários”.

Essencialmente, o Instagram que se tornar um filtro de fotos com as mesmas regras publicitárias do Facebook. Se possível, o app estará cada vez integrado com a rede social. O negócio das duas empresas é vender espaço publicitário. Como esse espaço virtual é construído com dados que usuários fornecem gratuitamente, a maior moeda de troca dessas companhias é compartilhar seus dados de uso.

Mais informações

O ideal é ler a Nova Política de Privacidade do Instagram e os Novos Termos de Uso, que estão liberados na internet para consulta. Se você já utiliza o serviço, servirá pra você entender o que realmente será feito com seus dados cadastrados. Se você ainda não utiliza o Instagram e nem tem conta na página, serve para que você consulte essas informações antes de entrar no aplicativo.

Tem alguma dúvida sobre Instagram? Entre no Fórum do TechTudo!

  • imprimir
Seja o primeiro a comentar


Imagem do usuário
Sair

Quer realmente sair da globo.com?

Imagem do usuário

recentes

populares

  • Marciel Moreira
    2013-01-19T11:20:29

    Isso é nada mais que mineração de dados. Essa técnica é a principal responsável pelo sucesso do google.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Rodrigo Santos
    2013-01-18T21:18:20

    Eu não acredito em publicidade limpa. A nova política de privacidade é escorregadia.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário