Internet

27/03/2013 12h35 - Atualizado em 27/03/2013 12h38

Nova ferramenta rastreia quem fala mal do trabalho no Twitter

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

Se você é uma daquelas pessoas que adora falar mal do trabalho no Twitter, uma nova ferramenta online vai estimulá-lo a fazer isso com ainda mais frequência: é o Fire Me! O aplicativo rastreia tuítes de usuários que reclamam de seus empregos e chefes na web.

Já seguiu o @TechTudo_oficial no Instagram?

FireMe oferece lista com termos em tempo real (Foto: Aline Jesus/TechTudo)FireMe! oferece uma lista com termos em tempo real (Foto: TechTudo/Aline Jesus)

O sistema funciona, à princípio, em inglês e categoriza os tuítes em quatro áreas: haters (maus empregados), horrible bosses (chefes intragáveis), sexual intercourses (o chefe que se…) e os “potential killers” (assassinos em potencial). Obviamente, tudo com muito bom humor. Os tuítes são divididos pelos termos utilizados nas mensagens.

Desenvolvido por alemães, o FireMe! é um site que exibe este conteúdo online com uma diagramação bem simples. Além disso, ele oferece opções extras, como um ranking com os que mais falam, verificação da sua conta no Twitter, possíveis desempregados e uma opção para mudar o idioma do serviço para o português do Brasil.

Software exibe histórico de tuitadas de qualquer usuário (Foto: Aline Jesus/TechTudo)Software exibe histórico de tuitadas de qualquer usuário (Foto: Aline Jesus/TechTudo)

Na verificação da conta, você pode ver tudo o que já falou mal de seu chefe ou emprego e ter uma noção de “quão perto você está de ser demitido”. Esta ferramenta, porém, parece ser uma ótima aliada também para os próprios chefes, que podem simplesmente colocar o login do Twitter do usuário no site e ver tudo o que eles já falaram sobre seu emprego.

Tem alguma dúvida sobre o Twitter? Comente no Fórum do TechTudo!

Via O Globo

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares