18/04/2013 17h16 - Atualizado em 18/04/2013 17h16

Android pode ganhar ‘Game Center’ com multiplayer e troféus em breve

Gisele Goes
por
Para o TechTudo

O Google parece estar preparando o lançamento de uma Central de Jogos para os usuários Android. O “Game Center”, que deve ser semelhante à PlayStation Network, da Sony, ou à Xbox Live, da Microsoft, ainda não tem nome definido, mas deverá contar com multiplayer, bate-papo, rankings de usuários e até troféus.

Android pode ganhar 'Game Center' com multiplayer e troféus em breve. (Foto: Reprodução)Android pode ganhar "Game Center" com multiplayer e troféus em breve (Foto: Reprodução)

De acordo com o site Android Authority, os detalhes sobre o possível novo serviço do Google foram encontradas junto com informações sobre o aplicativo MyGlass, disponibilizado esta semana para o dispositivo Google Glass. Os dados incluem detalhes sobre a chegada do suporte a um sistema de multiplayer baseado em turnos e em tempo real.

Por que o Android pode ser considerado superior ao iOS? Participe do debate no Fórum do TechTudo!

Os documentos também mencionam a possibilidade de um bate-papo dentro dos próprios jogos. Além disso, outras funções também foram citadas, como a chegada de lobbies (salas de bata-papo antes do início dos jogos) e troféus (para acompanhar o progresso pessoal do usuário). Tudo leva a crer que essas funcionalidades serão lançadas ao mesmo tempo, mas ainda não há previsão de quando.

Via The Next Web

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Rafael Cruzeiro
    2013-04-19T06:11:48

    Perae, antes de comparar esse "centre" que a Google quer adicionar ao Android com PSN ou Live, compare com o Game Center do iOS, que já existe desde os primórdios desse SO. O Game Center do iOS já conta com multiplayer e sistema de "troféus". Mas a Google só lembrou disso agora?