Internet

11/04/2013 08h45 - Atualizado em 11/04/2013 08h45

Cibercriminosos usam Game of Thrones para infectar internautas

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

O seriado Game of Thrones é um dos grandes sucessos da televisão mundial atual. E os seus fãs internacionais, que normalmente têm um atraso na transmissão dos episódios, se comparada com a que acontece nos Estados Unidos, costumam recorrer à Internet para baixarem arquivos piratas com os capítulos que são exibidos no país de origem. Porém, cientes da grande demanda pelos episódios, cibercriminosos estão disfarçando um malware nos vídeos.

Já seguiu o @TechTudo_oficial no Instagram?

Malware ameaça usuários que baixam conteúdo ilegal (Foto: Reprodução/PC Mag) (Foto: Malware ameaça usuários que baixam conteúdo ilegal (Foto: Reprodução/PC Mag))Malware ameaça usuários que baixam conteúdo
ilegal (Foto: Reprodução/PC Mag)

De acordo com relatório do OpenBitTorrent, o episódio de estreia da terceira temporada do seriado, por exemplo, foi o arquivo mais pirateado de todos os tempos, conseguindo mais de um milhão de downloads em menos de um dia.

Mas o número de arquivos falsos nos sites de download ilegal também é enorme. No entanto, basta notar alguns pequenos detalhes para que você não seja enganado. Caso você esteja buscando um vídeo na Internet, restrinja os resultados das buscas para somente arquivos de vídeo. Este passo por si só já é uma forma de manter a busca mais segura, já que não é comum arquivos deste tipo estarem infectados.

"Não acho que seja possível colocar malware dentro de um vídeo. É mais comum com aplicações", destacou Satnam Narang, gerente de segurança da Symantec, em entrevista à coluna Security Watch, do site da PC Mag.

Na maioria dos casos, o que acontece é que os crackers criam arquivos executáveis ou zipados com o malware e utilizam os nomes dos episódios do seriado. Isso acontece desde os tempos do Napster e Limewire, até hoje, com os torrents. A melhor forma de evitar qualquer tipo de problema, segundo Roel Schouwenberg, pesquisador da Kaspersky Lab, ainda é fazer download somente de arquivos totalmente legalizados.

"Conforme o tempo passou, começamos a ver truques mais elaborados. Baixar conteúdo ilegal, especialmente software, é uma operação de alto risco. As pessoas não devem fazer estas coisas, especialmente se usarem o mesmo computador para realizarem tarefas bancárias e coisas do tipo", destacou.

Tem dúvidas sobre vírus? Pergunte no Fórum do TechTudo!

Via PC MAG