Celular

05/05/2013 07h00 - Atualizado em 05/05/2013 07h00

Conheça o MorePhone, um smartphone totalmente flexível

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

As telas flexíveis é uma das novas tecnologias do momento, mas que ainda passou distante dos iPhones, Galaxys, Lumias e companhia. No entanto, enquanto as grandes empresas estão começando a investir no recurso, o Morephone, um smartphone totalmente flexível, já existe no mercado.

MorePhone tem corpo e tela totalmente flexíveis (Foto: Reprodução/YouTube)MorePhone tem corpo e tela totalmente flexíveis (Foto: Reprodução/YouTube)

O MorePhone foi desenhado para “se transformar” e chamar atenção do usuário. Sua interface flexível permite que ele “se curve” quando é recebida uma chamada ou notificação. É possível até customizar estes movimentos, fazendo com que ele fique em uma forma para cada tipo de interação.

O funcionamento deste inusitado apareho é demonstrado em um vídeo de 37 segundos postado no YouTube. O MorePhone parece uma espécie de e-reader com tela de e-ink totalmente flexível. Na gravação, o exemplo mostrado é o gadget virando sua parte superior direita ao receber uma mensagem de texto.

Apesar da breve apresentação do aparelho no vídeo, ainda não há muitas informações sobre o smartphone. A gravação é assinada pela “Human Media Lab”, com nomes de três pessoas responsáveis pelo projeto: os estudantes de computação Antonio Gomes e Andrea Nessitt, além do professor Roel Vertegaal, todos da universidade canadense Queen University. De acordo com Vertegaal, este é um exemplo dos celulares do futuro.

Tem alguma dúvida sobre telas flexíveis? Faça uma pergunta no Fórum do TechTudo!

“Este é outro passo na direção de novas técnicas de interação com smartphones, baseado nos displays finos e flexíveis. Um dos problemas com telefones em modos silenciosos de notificação é que muita gente sequer vê as novidades. Com o MorePhone, eles podem deixar seus smartphones na mesa e verão que as notificações existem pelo formato do telefone”, destacou o doutor.


Via Dvice

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Juliano Pereira
    2013-05-05T13:31:52

    Ajudando a autora a reeditar seu texto: "As telas flexíveis são uma das novas tecnologias do momento, mas que ainda passam distantes dos iPhones, Galaxys, Lumias e companhia."

  • Sidney Ribeiro
    2013-05-05T13:02:13

    o problema e confundir ele na hora de ir ao banheiro rarararara

  • André Chiarelli
    2013-05-05T11:54:26

    e se eu sentar em cima e ele dobrar?

  • Leon Derenu
    2013-05-05T11:51:36

    Muito bom! Celular com fio! Grande avanço! Além disso, só o display é flexível. E os outros componentes eletrônicos que o vídeo não mostra? O que adianta a tela ser flexível se o resto não é? Ainda falta muito para um celular realmente flexível.

  • DIEGO RODRIGUES
    2013-05-05T12:13:04  

    Grande coisa, pra mim seria uma tecnologia absolutamente desnecessária,.....

    recentes

    populares

    • DIEGO RODRIGUES
      2013-05-05T12:13:04  

      se fosse no iphone seria a coisa mais inovadora do mundo ne

    recentes

    populares

    • DIEGO RODRIGUES
      2013-05-05T12:13:04  

      Também acho, Diego.

  • Miseravão
    2013-05-05T12:00:56  

    Acho engraçado as pessoas criticando uma tecnologia experimental, olham o projeto tecnológico sem acabamento e acham que é isso que será oferecido; 5 anos depois estão fazendo fila pra comprar o "miolo da ideia". rs

    recentes

    populares

    • Miseravão
      2013-05-05T12:00:56  

      A questão não e criticar uma nova tecnologia. O problema e chamar isso de smartphone. É só uma tela que mexe. Legal mas não chame de smartphone pois não e.

    recentes

    populares

    • Miseravão
      2013-05-05T12:00:56  

      O que se faz hoje já são investimentos pra uma tecnologia que será lançada no mercado em no máximo 10 anos... Smartphones "rígidos" continuarão existindo, mas esses flexíveis são, principalmente, desenvolvidos para serem telefones "descartáveis", como cartões de telefone sem precisar de um orelhão (você liga direto do cartão), então a inovação se baseia em criar diferenciais nisso que já está na agulha pra ser lançado.