Computadores

12/07/2013 06h30 - Atualizado em 12/07/2013 06h30

Conheça as diferenças entre all-in-one e um desktop comum

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

Além dos desktops tradicionais e notebooks, nos últimos anos surgiu uma nova categoria de computadores pessoais que está fazendo bastante sucesso em todo o mundo: os all-in-one, ou, em português, tudo-em-um. Estes PCs são bem parecidos com os produtos mais tradicionais, com uma diferença básica: não possuem gabinetes, pois o processador, os drives, as portas de conexão, tudo fica no monitor.

Apple tem um dos mais famosos all-in-one do mercado (Foto: Divulgação)Apple tem um dos mais famosos all-in-one do mercado (Foto: Divulgação/Apple)

Em termos de funcionamento, não há qualquer diferença em relação a um computador tradicional. Ele também tem processador, sistema operacional, memória RAM, HD, porém, o seu grande diferencial é o fato de as placas serem integradas, mais ou menos como é feito na maioria dos notebooks e ultrabooks. Para os portáteis, muda o fato de o teclado ser utilizado à parte, e não direto no próprio aparelho, assim como o mouse também.

No all-in-one, todo o hardware está "junto" em uma única peça. E assim como nos notebooks, isso tem vantagens e desvantagens. O ponto positivo é o fato de ele ocupar muito menos espaço, reunindo todas as necessidades em um só local. Mas, por outro lado, a manutenção e possível atualização no futuro é muito mais complicada. Os preços destes aparelhos também costumam ser bem mais altos.

All-in-one da HP (Foto: Divulgação)Telas dos computadores all-in-one tendem a ser bem grandes (Foto: Divulgação/HP)

As telas de computadores all-in-one tendem a ser bem grandes, para armazenar tudo isso e também para gerar um bom entretenimento. Há alguns modelos bem famosos, como o iMac e o Sony Vaio, que apostam no design moderno para atrair os usuários. O visual é mesmo um dos grandes pontos que favorecem os tudo-em-um, porque eles parecem bem mais bonitos e hi-tech do que PCs tradicionais.

É crucial ter todas essas informações em mente ao escolher entre um computador convencional e um all-in-one. E a decisão final fica a critério das necessidades de cada usuário. Se ele busca um produto arrojado, com layout moderno e não tem muito espaço para um gabinete e nem paciência para ter que inserir CDs, colocar o cartão de memória da câmera ou um pen-drive em um PC tradicional, a melhor escolha é o all-in-one.

Acer Aspire All-in-One (Foto: Divulgação)Computadores comuns são mais baratos do que os all-in-one (Foto: Divulgação/Acer)

Porém, os computadores “comuns” são mais baratos: é possível adquirir um PC com as configurações melhores do que um all-in-one por um preço menor simplesmente por ele ter um gabinete e o outro não. Além disso, em termos de desempenho, não há qualquer melhoria pelo simples fato de não ter gabinete, e a durabilidade dos desktops é maior pelo fato de ele permitir uma atualização mais simples do que um tudo-em-um ou laptop.

Há vantagem do all-in-one sobre o “PC comum”?

Não há como afirmar que vale mais a pena comprar um all-in-one do que uma máquina tradicional. Ambos são equivalentes em desempenho, com a diferença do design mais compacto do all-in-one. A decisão vai depender muito do perfil e das necessidades do usuário ao escolher um computador. O ponto principal é entender que, apesar de parecer, ele não necessariamente é melhor que o PC.

Para o usuário comum, simplesmente na dúvida entre um all-in-one e um PC sem saber se os tudo-em-um são mais “avançados” ou algo do tipo, a dica é não se preocupar. Um bom desktop com gabinete pode ser tão potente ou até melhor do que o all-in-one. E bem mais barato também. Atualmente, há ótimas opções tanto de all-in-one como de desktop no mercado nacional. Resta a cada usuário escolher o que mais se adapta ao seu estilo.

Por outro lado, qual o melhor, all-in-one ou notebook? Confira no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Marcos Baptista
    2013-11-25T00:12:08

    Sinceramente eu fico com o velho desktop. O PC i7 Windows 7 aguenta qualquer tipo de trabalho sem abrir o bico. O preço é mais em conta. E os notebooks e all-in-one tem menos potencia e são mais caros. Aqui no Brasil tudo que é novidade o preço vai lá em cima. Depois com o passar da época chegam os novos modelos no mercado e o que era top cai no saldão. O velho gabinete você tira acrescenta mais coisas coloca faz dele o que quer é a nossa cara. É igual a nossa mãe nunca sai do coração. Adoro os PC desktop.

  • Rodolfo Olivastro
    2013-07-12T11:32:40

    Quero ver você dar um upgrade nele...

  • ALEXANDRE
    2013-07-12T11:14:48

    Cada vez pior... O iMac por exemplo, tem um processador próprio (edição feita especialmente para a Apple) que possui um desempenho entre um processador de notebook e um de desktop, ou seja, inferior ao desktop e utiliza HD de notebook que tem um desempenho inferior a um desktop comum.

  • Fabio Carvalho
    2013-10-12T17:56:09

    continuarei sempre com velho pc veterano, as vantagens sempre serao maiores do que note, net e outras porcaiadas que enventam por ai. tudo nele se troca. processador, placa mãe, placa de video, monitor e outras. em casa sempre sera o computador. para trabalho é bom ter um notebook, caso vc sai muito.

  • Julio Baretta
    2013-07-12T11:59:13

    A ESQUECI, TEM QUE TER TAMBÉM 01 TV LED SMART INTEGRADA A TUDO VIA DNLA E WIFI. SIMPLES ASSIM!

  • Julio Baretta
    2013-07-12T11:58:18

    O IDEAL PRA QUEM GOSTA É TER: 01 PC DE MESA, 01 TABLETFONE, 01 NOTEBOOK E UM ÓTIMO SMARTPHONE. SIMPLES ASSIM!!

  • Guilherme Sunderhus
    2013-07-12T11:44:27

    Rezumindo... É um notebook que não pode ser transportado com tanta facilidade. Se for para ter um PC de mesa, e sofrer com o mesmo mal do notebook (upgrade), prefiro ficar com o notebook.