Internet

05/07/2013 18h41 - Atualizado em 27/02/2014 13h17

Fisl14: Mozilla quer aproximar Firefox OS do visual do Android

Teresa Furtado
por
Do Fisl14

A política de desenvolvimento do Firefox para Android foi tema da palestra de Lucas Rocha, engenheiro de interfaces da Mozilla. Na apresentação, durante o FISL14, que acontece em Porto Alegre, Lucas falou sobre o passado, presente e futuro do navegador no sistema operacional. De acordo com ele, as premissas direcionadas ao usuário, e não ao lucro, oferecem uma alternativa totalmente aberta para uma melhor experiência.

Acompanhe a cobertura do TechTudo no Fisl 14

firefox (Foto: firefox) Firefox OS terá visual mais próximo do Android (Foto: Teresa Furtado)

Segundo o engenheiro, a proximidade com a linguagem visual do Android tende a ser aprimorada a cada lançamento. Ele também informou que os aplicativos que irão rodar no Firefox OS, naturalmente poderão ser utilizados como um Web App no Firefox para Android, trazendo todo um universo novo para dentro da plataforma. Também está prevista a eliminação da barra de navegação. Além disso, as próximas versões já estarão rodando em dispositivos Android com processadores Intel.

O Firefox para Android atual em nada lembra suas antigas versões. Alguns dos recursos apresentados vão desde suporte para Flash; abas; navegação privada; favoritos; entre muitos outros. Para a plataforma, ele é o único a oferecer uma navegação limpa, somente focando no texto e título, eliminando todo restante na página.

O engenheiro lembrou também da criação do navegador. Segundo ele, o Mozilla Firefox surgiu a partir da necessidade de alternativas, e um momento no qual o mercado era dominado pela Microsoft e seu Internet Explorer.

No entanto, no início do Firefox para Android, três fatores atrapalhavam o usuário: inicialização, tempo de resposta e memória. Eles deixavam sua utilização lenta e eram causados pelo uso de ferramentas de desenvolvimento carregadas. E, diante das falhas nas tentativas de melhorar a dinâmica, a empresa o reconstruiu com o código nativo do Android. Com a nova combinação, livre do Libxul da rota de inicialização, mais leve e rápido, a equipe ficou livre para passar a focar nas necessidades do usuário.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares