Internet

16/07/2013 19h46 - Atualizado em 17/02/2014 12h46

Google lança primeiro beta do Chrome 29, veja as atualizações

João Kurtz
por
Para o TechTudo

Uma semana após o lançamento oficial do Google Chrome 28, o Google anunciou nesta terça-feira (16) o primeiro beta do Chrome 29. Embora também esteja disponível para desktop, é na versão para o Android que a empresa focou as principais mudanças. A partir de agora, o navegador vai suportar o API Web Audio e o WebRTC.

Nova atualização do Chrome vai permitir melhor reprodução de áudio e vídeo em tempo real (foto: Divulgação)Nova atualização do Chrome vai permitir melhor reprodução de áudio e vídeo em tempo real (foto: Divulgação/TechCrunch)

Na versão desktop – para Windows, Mac e Linux - a principal novidade é uma mudança na caixa de sugestões da omnibox, que a partir de agora vai levar em consideração os sites recentemente visitados pelo usuário.

Ele também vai incluir suporte para o codec VP9 para WebM, fabricado pelo próprio Google, para reprodução de vídeos. Este mesmo codec deve ser implementado no YouTube após esta atualização.

O Chrome foi um dos primeiros navegadores a adotar o WebRTC – que permite comunicações em tempo real com vídeo e áudio sem a necessidade de plugins. O sistema agora está disponível para o Android, o que faz com que o Internet Explorer seja o único grande navegador a não suportá-lo. O API Web Audio, por enquanto, só funciona em dispositivos ARM com otimizações NEON.

O changelog da versão beta é curto e a única outra atualização mencionada são novas extensões de API. Os aplicativos do navegador ganharam acessos mais detalhados a serviços do Google como o Analytics, APIs e Wallet, assim como melhor integração com Bluetooth. A expectativa é que o Chrome 29 seja lançado em agosto.

Google Chrome é o navegador mais eficiente? Confira no Fórum do TechTudo.

Via Tech Crunch

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares