12/08/2013 13h19 - Atualizado em 12/08/2013 13h19

Nova partícula produzirá HDs 20 vezes menores que o tamanho atual

Paulo Alves
por
Para o TechTudo

Graças à descoberta de uma nova partícula, poderemos dar um salto considerável em nossa capacidade de armazenar informação, fator-chave o avanço tecnológico. Segundo a equipe de cientistas liderada por Roland Wiesendanger, da Universidade de Hamburgo, na Alemanha, o material poderia produzir HDs 20 vezes menores que consumiriam 100 mil vezes menos energia.

Nova partícula tem propriedades para criar HD 20 vezes menor consumindo 100 mil vezes menos energia. (Foto: Reprodução / Discovery)Nova partícula tem propriedades para criar HD 20 vezes menor consumindo 100 mil vezes menos energia. (Foto: Reprodução/Discovery)

Para criar os skyrmions, os pesquisadores colocaram um filete de paládio e ferro com 2 átomos de espessura em um campo magnético e o resfriou a quase zero absoluto, em hélio líquido. Imediatamente, skyrmions apareceram no filete. Em seguida, os cientistas dispararam um feixe de elétrons nos metais, que aniquilou os skyrmions. Disparando o mesmo tipo de corrente novamente fez as partículas reaparecerem. O experimento mostrou que esse procedimento pode ser realizado para atribuir 1 (para a presença) e 0 (para a ausência) em um campo magnético de skyrmions, de maneira análoga ao funcionamento de transistores de uma placa de computador.

Tem alguma dúvida sobre HDs? Comente no Fórum do TechTudo!

A vantagem da nova partícula é a forma com que lida com campos magnéticos, pois conseguem se aproximar uns dos outros e sofrer aquecimento sem causar interferência no campo, preservando os bits de maneira muito mais eficiente e confiável do que a tecnologia atual de armazenamento de informação. Para efeitos de comparação, os melhores HDs de hoje conseguem aproximar os bits no máximo 24 nanômetros um do outro, enquanto o sistema utilizando a nova partícula conseguiria deixá-los próximos até 8 nanômetros, tornando um HD de skyrmion muito mais estável, menor e mais durável.

Um dos maiores entraves para a nova partícula ganhar o mercado é descobrir uma maneira de criar os skyrmions a temperaturas mais altas que o zero absoluto, algo impossível para equipamentos eletrônicos convencionais. Porém, a comunidade científica está otimista, pois foi a primeira vez que cientistas conseguiram criar, deletar e recriar a nova partícula com facilidade, usando materiais relativamente convencionais no experimento.

E você, o que acha de um HD com dimensões de um amendoim ou de um iPod com armazenamento do tamanho de um grão de arroz?

Via Discovery e Nature

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Rafael Soares
    2013-08-13T10:46:32

    daqui ha 30 anos chega na minha casa!!! Isso só pode ser obra de extraterrestres