Internet

16/09/2013 13h28 - Atualizado em 16/09/2013 13h28

Netflix monitora pirataria para incluir conteúdo mais baixado no catálogo

Marvin Costa
por
Para o TechTudo

O Netflix está monitorando os downloads ilegais de filmes e seriados de TV para identificar os conteúdo mais populares em sites de torrent e incluí-los em seu catálogo. Desta maneira, a programação do serviço passa a ser desenvolvida sob uma nova lógica: baseada em downloads oferecidos por populares sites de compartilhamento e serviços de downlodas.

 Netflix monitora pirataria para incluir o conteúdo mais popular no catálago (Foto: Reprodução/Digital TV Europe) Netflix monitora pirataria para incluir o conteúdo mais popular no catálago (Foto: Reprodução/Digital TV Europe)

Na semana passada, após o lançamento oficial do Netflix na Holanda, o vice-presidente de aquisição de conteúdo, Kelly Merryman, disse que sites de pirataria desempenham um papel fundamenta em suas decisões de compra. Segundo Merryman, a empresa adquiriu a série de TV “Prison Break” após identificá-la como sendo uma das mais baixadas nesses sites.

Em entrevista concedida ao site de tecnologia Tweakers, o CEO da empresa, Reed Hastings, disse que o Netflix busca se tornar uma alternativa aos sites que distribuem conteúdo ilegal. “O Netflix é muito mais fácil de utilizar que um serviço torrent. Você não tem que lidar com arquivos, você não precisa baixá-los e movê-los. Basta clicar para assistir”, conclui Hastings.

Ainda segundo o CEO, em maio deste ano foi detectada uma queda na utilização do serviço BitTorrent no Canadá. Como justificativa, alega-se que a redução da pirataria se deve ao lançamento do serviço de streaming de vídeos do Netflix no país, que ocorreu há três anos.

Via CNET

Quer saber como assistir filmes na internet? Confira no Fórum TechTudo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • André Luíz
    2013-09-17T10:17:54

    Fazem 3 meses que assinei o Netflix e não me arrepende tem muito conteúdo que não me agrada lógico, mas tem muita coisa boa.

  • Alfeu
    2013-09-16T18:19:20  

    glaucio silva cara terra nova nao tem mais é apenas a primeira mesmo pois a fox cancelou, é uma pena pois é uma otima serie que deveria ter continuado.

    recentes

    populares

    • Alfeu
      2013-09-16T18:19:20  

      Nem sabia, valeu pela "má" notícia, hehehe, que pena, pois foi a única série que não era de comédia que minha esposa assistiu comigo.

  • Rafael Cruzeiro
    2013-09-16T16:04:40  

    Concordo quando diz "o Netflix busca se tornar uma alternativa aos sites que distribuem conteúdo ilegal". Não pela dificuldade de se baixar um torrent (até pq não é nada difícil), mas pelo simples fato de saber que, por um preço acessível, você pode estar dentro da legalidade. Mudei totalmente meu pensamento quando troquei de um Xbox 360 desbloqueado para um PS3 bloqueado; Hoje não vejo mais muito sentido na pirataria, desde que tenhamos bons serviços e a preços atraentes. É o caso do Dezeer e Rdio, Quello, Vevo ou mesmo a Netflix.

    recentes

    populares

    • Rafael Cruzeiro
      2013-09-16T16:04:40  

      Uma obs.: não sou contra a pirataria -como disse antes, já tive um Xbox desbloqueado (na verdade, todos os meus videogames, desde o PS1 foram desbloqueados) e sei como é difícil comprar um jogo original, filme ou até um CD/DVD (pra mim, então, que costumo ouvir uma ou duas músicas de cada álbum; por isso, um viva ao iTunes o/). Mas também sei que, hoje, existem alternativas válidas (talvez não pra todos -ainda) à estes métodos e, por esta razão, optei por sair deste "universo".

    recentes

    populares

    • Rafael Cruzeiro
      2013-09-16T16:04:40  

      Disse tudo :)