TechTudo

22/09/2013 09h00 - Atualizado em 22/09/2013 09h00

Pesquisa de ‘arqueólogos da Internet’ reconstrói tuítes perdidos no tempo

Marvin Costa Para o TechTudo

Um levantamento de dois pesquisadores americanos que podem ser chamados também de ‘arqueologos da Internet’ tenta reconstruir importantes tuítes que se perderam com o tempo. O objetivo é driblar a velocidade da troca de informações na rede social e recuperar links antigos para que fiquem acessíveis novamente. Motivada por um dado impactante de que, por ano, 11% do conteúdo compartilhado no microbog desaparece, a dupla fez um alerta.

Arqueologistas de Twitter tentam resgatar mensagems que somem no microblog (Foto: Reprodução/DayOrArchaeology.com)Arqueologistas de Twitter tentam resgatar posts que somem no tempo (Foto: Reprodução / Day Of Archaeology)

O trabalho da dupla de pesquisadores Hany SalahEldeen e Michael Nelson começou com uma análise em posts de blogs, sites e redes sociais que foram publicados durante os 18 dias de protesto da revolução egípcia em 2011. Utilizando um metódo simples, os pesquisadores filtraram, através da ferramenta online Topsy, as URLs de tuítes de seis eventos culturamente relevantes ocorridos entre junho de 2009 e março de 2012.

Como foi feita a pesquisa

Eles pesquisaram por links "quebrados" e encontraram o que é chamado de "assinatura tuíte".  A partir disso, extraíram os cinco termos mais frequentes contidos nos tuítes e realizam uma pesquisa no Google.com. O resultado, foi uma lista de potenciais links substitutos para o mesmo conteúdo que foi perdido com o link quebrado ou caminho de acesso alterado na Internet.

Com o mesmo processo, é possível encontrar páginas de Internet e perfils de usuários que estavam fora do ar por algum motivo e que voltaram a ficar visíveis na web logo depois.

Ferramenta Topsy Twitter (Foto: Reprodução/Marvin Costa)Ferramenta Topsy Twitter (Foto: Reprodução)

No entanto, o estudo mostrou dados preocupantes. SalahEldeen e Nelson acreditam que muitos registros da web sobre importantes acontecimentos recentes da humanindade, como o surto do vírus H1N1 e notícias ligadas à cultura pop, como a morte de Michael Jackson, acabam ficando perdidos por conta da grande quantidade de novos tuítes postados a todo momento. O novo dado suplanta o antigo e os caminhos para encontrá-lo são complicados.

Por que os tuítes desaparecem?

Cerca de 11% de compartilhamentos do Twitter havia desaparecido em apenas um ano e 27% no período de 2 anos. O que dá cerca de 0,02% de compartilhamentos perdidos por dia.

A descoberta pode ser útil em pesquisas feitas na web sobre assuntos antigos para redescobrir links e perfis de usuários que estavam fora do ar por alguma razão. Segundo SalhEldeen, ao tentar confirmar os resultados, eles acabaram descobrindo novos dados relevantes. “Um fenômeno interessante ocorreu quando vários dos recursos que foram declarados como desaparecidos tornaram-se disponíveis novamente”, disse o pesquisador. 

Isto acontece, na maioria das vezes, quando um domínio sai do ar e volta depois de um tempo, quando arquivos compartilhados são deletados ou também quando contas de usuários são suspensas e voltam ao ar tempos depois por motivos diversos no microblog.

Quer ajuda para recuperar uma conta suspensa do Twitter? Acesse o Fórum do TechTudo.

Via Mashable

  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero


    TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade