24/01/2014 16h35 - Atualizado em 24/01/2014 16h35

Apple confirma fabricação de vidros de safira e brinca: 'iWatch será anel'

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

O aniversário de 30 anos de lançamento do Mac está sendo comemorado pela Apple com ações de marketing e muitas entrevistas para a imprensa internacional. Em uma delas, à rede norte-americana ABC, o CEO da empresa, Tim Cook, confirmou que vai utilizar vidros de safira em seus gadgets, mas desconversou sobre o futuro de um possível relógio inteligente, brincando: “vamos fazer um anel”.

Vidro de Safira? Entenda como uma pequena película pode deixa uma tela 'indestrutível'

Executivos da Apple estão dando muitas entrevistas (Foto: Reprodução/ABCNews) (Foto: Executivos da Apple estão dando muitas entrevistas (Foto: Reprodução/ABCNews))Executivos da Apple estão dando muitas entrevistas (Foto: Reprodução/ABCNews)


Muitos pontos foram abordados na entrevista de Cook, que foi acompanhado pelo vice-presidente Craig Federighi e do vice-presidente de software Bud Tribble. Dentre eles, é claro, se falou sobre os planos futuros da companhia, mas pouca coisa foi revelada.

“Nós acreditamos que as pessoas amam surpresas. Usamos tarjas pretas, portas trancadas e muitas outras coisas na nossa sede”, destacou Cook, que diz que os funcionários devem jurar total sigilo e não revelarem nem aos seus familiares o que se passa no QG da Apple durante o trabalho. “Minha esposa não faz ideia”, disse Federighi.

Apple ainda vai revolucionar ou as empresas sul-coreanas vão ocupar esse lugar? Comente esta polêmica no Fórum!

Sobre as informações de produtos futuros, a tradição se manteve: as fontes diretamente ligadas a empresa nunca revelam nada antes do anúncio oficial. O iWatch, suposto relógio da Apple, por exemplo, foi ironizado por Cook: “Preferimos fazer um anel”, disse ele, em um tom de brincadeira, lembrando um analista que disse que a Apple poderia lançar o iRing.

Se por um lado não houve grandes novidades sobre produtos na entrevista, Tim Cook foi claro sobre os planos de fabricação da Apple para 2014: uma nova fábrica no Arizona já está certa, e ela terá capacidade de produzir os especulados vidros de safira. Porém, o executivo disse que “não pode falar” se os próximos iPhones já terão displays com eles.

Via 9To5Mac e The Verge.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Jacques
    2014-01-24T22:44:40  

    Apple faz e o resto corre atrás... sempre foi assim! Apple 1000 anos luz a frente da concorrência.

    recentes

    populares

    • Jacques
      2014-01-24T22:44:40  

      1000 anos-luz? Por causa desse vidrinho com nome garboso?!

  • Rafael Cruzeiro
    2014-01-24T18:18:15  

    Com o vidro de safira, o iPhone no Brasil dá um salto para R$ 7.000.....

    recentes

    populares

    • Rafael Cruzeiro
      2014-01-24T18:18:15  

      Importe, simples! Sempre importei os meus gadgets e economizo muito dinheiro com isso...

    recentes

    populares

    • Rafael Cruzeiro
      2014-01-24T18:18:15  

      É só um composto sintético cristalino a que eles deram o nome de safira. Eles poderiam chamar de diamante ou esmeralda, se quisessem.

  • Jacques
    2014-01-25T05:53:11

    Apple 1000anos luz na frente só se for no seu universo amigo.a Apple está perdida não sabe nem para que lado vai para tentar recuperar o prejuízo de não ter lançado mais nada inovador como as concorrentes.

  • Ana Oliveira
    2014-01-24T22:36:55

    Não importa o preço, eu quero qualidade. "Qualidade e Apple" são palavras sempre associadas.

  • David
    2014-01-24T18:50:36

    Já é uma boa melhora. Ao menos um vidro muito mais difícil de riscar, porque nunca tive paciência para usar capas e películas.

  • Jacques
    2014-01-24T18:13:33

    Depois da morte de Steve Jobs a Apple só lança essas bobagens que não muda em nada o celular.só vai e ficar bem mais caro.