28/02/2014 04h00 - Atualizado em 28/02/2014 04h00

Entenda a diferença entre o Android do Nokia X e das demais fabricantes

Elson de Souza
por
Para o TechTudo

A Nokia apresentou três smartphones da nova linha X, equipada com Android, na última segunda-feira (24). No entanto, o sistema operacional presente no X, X+ e XL traz algumas diferenças em relação ao sistema dos aparelhos Samsung Galaxys, Sony Xperias ou até mesmo os Google Nexus.

Fique por dentro de todas as novidades da MWC 2014

Para te ajudar a entender melhor essa questão, o TechTudo preparou um especial com tudo o que você precisa para entender a diferença entre o Android do Nokia X e os das outras fabricantes. Confira!

Nokia X (Foto: Allan Melo/ TechTudo)Nokia X (Foto: Allan Melo/ TechTudo)


Android: um sistema de código aberto

Criado em 2008, o Android tem como principal carro-chefe o Google, que desenvolve o sistema e repassa o código para que outras fabricantes possam fazer modificações e lançá-lo em seus aparelhos. É neste estágio pré-lançamento que as empresas podem optar por dois caminhos diferentes: utilizar a base do Android Puro (AOSP), fazendo profundas modificações no sistema, ou lançar seus aparelhos com pequenas personalizações a partir desta base e equipados com o pacote Google Mobile Services (GMS).

O GMS nada mais é do que o conjunto de aplicativos do Google como Gmail, loja Google Play, Maps e Chrome, encontrados na maior parte do celulares com Android. O pacote também dá acesso a uma série de API e códigos utilizados por desenvolvedores em seus aplicativos. Ao contrário do AOSP, o GMS não é gratuito, e cada fabricante deve pagar US$ 0,75 (cerca de R$ 1,75) por aparelho para utilizá-lo, mas traz vantagens como a compatibilidade com os serviços Google e acesso aos cerca de um milhão de aplicativos da Play Store. As fabricantes que optarem por não utilizar o GMS devem desenvolver suas próprias ferramentas para o sistema. Esse é o caso da Amazon e da Nokia.

Android da Nokia x Android do Google

Embora a adoção do Android após a compra pela Microsoft tenha sido motivo de polêmicas, a Nokia decidiu minimizar isso ao excluir o pacote de serviços móveis do Google (GMS) e trabalhar apenas com o Android puro (AOSP). Na prática, isso significa que o Nokia X, XL e X+ não virão com aplicativos como Gmail, Google Maps, Drive, navegador Chrome e, principalmente, acesso à loja Play Store.

Para contornar isso e agradar a sua futura dona, a Nokia incluiu nos aparelhos serviços próprios, como o Here Maps e o Nokia MixRadio, e as soluções da Microsoft: Outlook, OneDrive e Skype. Além disso, a fabricante garantiu que 75% dos apps presentes na Google Play já podem ser publicados na loja Nokia Store sem qualquer tipo de modificação. Já os aplicativos restantes podem substituir os APIs e códigos presentes no GMS pelas alternativas criadas pela empresa e batizadas de Nokia Services. Outra grande diferença é que a fabricante finlandesa sequer adota o nome Android e batiza o seu sistema de “Nokia X Plataform”.

Nokia X (Foto: Allan Melo/ TechTudo)Nokia X (Foto: Allan Melo/ TechTudo)


As medidas adotadas pela Nokia vão na contramão da Samsung, Sony, LG, Motorola e outras fabricantes, que deixam a parte mais trabalhosa do desenvolvimento do Android com o Google. Com isso, essas fabricantes gastam menos tempo em montar suas lojas de aplicativos ou serviços próprios e focam no desenvolvimento de aplicativos exclusivos, funcionalidades e personalizações de seus sistemas.

Em outras palavras, o sistema que roda sob o Xperia, Galaxy e outros é o mesmo, com atualizações liberadas pelo Google e acesso total à Google Play, maior loja do Android. Sobre ele, por exemplo, a Sony implementa a sua interface e apps como o Music Unlimited, enquanto a Samsung adota o visual TouchWiz e o aplicativo Knox. Já a Nokia precisa garantir os serviços substitutos do Google, seus aplicativos e a interface, que é muito próxima ao Windows Phone.

Vale a pena comprar um Nokia X?

Essa é uma pergunta muito subjetiva e que deve levar em consideração o hardware e os hábitos do usuário. No entanto, é possível destacar alguns pontos. O primeiro é que, se você não usa os serviços do Google como Gmail ou Drive, não vai sentir tanta diferença ao comprar um Nokia X. Além disso, como destacado pela própria fabricante, a maior parte dos aplicativos da Google Play é totalmente compatível com o sistema e, mesmo que não estejam presentes na Nokia Store, você pode encontrá-los em outras lojas extraoficiais, como o “1 mobile market”. Isso, sem dúvida, deve minimizar os impactos na adaptação dos usuários ao sistema.

O que acharam da ideia de um Nokia com Android (Nokia X)? Leia no Fórum TechTudo


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Thiago Souza
    2014-02-28T18:52:58  

    Tem Android do Nokia e Android do resto... Tipo Android de qualidade ou Android de favelado.

    recentes

    populares

    • Thiago Souza
      2014-02-28T18:52:58  

      Não intendi, só rico que tem Nokia?

    recentes

    populares

    • Thiago Souza
      2014-02-28T18:52:58  

      Nilo, na verdade so IDI OTA pensa e fala desse jeito

  • Eliza Nunes
    2014-02-28T22:27:56

    Perda de tempo comprar um smartphone desses... Melhor comprar um com android de verdade.

  • Paulo Severo
    2014-02-28T16:05:26  

    A maior duvida: Se eu baixar um APK na internet vou conseguir instalar normalmente?

    recentes

    populares

    • Paulo Severo
      2014-02-28T16:05:26  

      Se você baixar o apk do google play ele vai funcionar?

    recentes

    populares

    • Paulo Severo
      2014-02-28T16:05:26  

      Ele é Android... A extensão APK funciona normalmente....

  • Roberto Santos
    2014-03-02T21:31:48

    e por isso que vai continuar nao vendendo nada

  • Diego Menezes
    2014-02-28T17:07:43

    O mercado exige estratégia.

  • Diego Menezes
    2014-02-28T17:05:37

    O mercado exige estratégia. :P

  • Diego Menezes
    2014-02-28T17:05:03

    Com relação ao assunto, isso é pura estratégia, para o crescimento da sua linha top, que é o Lumia. Um exemplo simples: Quando você compra um celular com android, de baixo custo, você vai ter uma experiência com ele. Logo, quando pensar em comprar um celular com mais recursos e tecnologia( celulares de médio à alto custos) você vai pensar no mesmo sistema porém num celular mais avançado. No caso da Nokia, ela está apostando na linha x, como aparelhos de entrada para consumidores de baixo custo, podendo se ''agraciar'' com o mesmo e partirem, posteriormente, para os Lumias.

  • Diego Menezes
    2014-02-28T16:44:25

    Enfim uma explicação mais definitiva. Porém, esse assunto, para ''leigos'', não diferencia em nada.

  • Carlos Reis
    2014-02-28T15:18:58

    Vamos lá... compre NOKIA e seja feliz :D O resto é não da nem pra dizer que é resto! KKKKKK

  • Carlos Freitas
    2014-02-28T13:27:36

    pra mim a NOKIA está caçando tomadas....hahahaha enfim, não vejo esses celulares em tomadas, ou eles tem uma boa bateria ou não andam vendendo muito bem não...hahahaha, agora criam essa confusão ae windowsdroid, meu Deus, sem identidade nenhuma esse celular....

  • Welisson Silva
    2014-02-28T12:12:53

    Pura frescura da Nokia, perceberam que o Windows phone esta afundando as vendas, agora usam o android "mascarado" e colocaram até outro nome no sistema, mais cedo ou mais tarde isso ia acabar acontecendo. Vejo apenas como uma tentativa de voltar ao mercado de forma competitiva. É android. Os aparelhos chineses fizeram quase o mesmo.