Internet

18/02/2014 08h02 - Atualizado em 18/02/2014 15h01

Widbook: plataforma gratuita permite publicar e-books por capítulo

Raquel Freire
por
Para o TechTudo

O Widbook é um serviço online para a publicação de livros digitais. A plataforma reúne um acervo com mais de três mil obras disponíveis e 12 mil títulos em "processo de escrita". Isso mesmo, livros ainda incompletos que recebem "pitacos" dos leitores e podem ser compartilhados como "novelas", de capítulo em capítulo. Os usuários podem, ainda, disponibilizar o material gratuito nas redes sociais.

Quem são e por onde andam os 20 primeiros usuários do Facebook?

Widbook-1Widbook já conta com mais de 200 mil usuários (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

O projeto nasceu em janeiro de 2013, em Campinas, com os fundadores Flavio Aguiar, André Campelo e Joseph Henri Bregeiro. Em apenas um ano, a startup brasileira alcançou a marca de 200 mil usuários cadastrados, tornando-se líder mundial de crowdwriting.

O crowdwriting é definido como um espaço colaborativo para escritores e leitores exporem suas ideias e opinarem sobre as obras publicadas. Assim, os usuários reúnem suas expectativas ou produções criativas de e-books, disponibilizados por meio de uma plataforma online, como é o caso do WidBook. 

O ótimo desempenho frente aos concorrentes pode ser explicado pela sua facilidade de uso. Basta selecionar um arquivo de texto, localizado no seu computador ou na nuvem, para adicionar um novo capítulo ao seu livro.

Além disso, a rede ganhou recentemente aplicativos para Android e iOS e passou a possibilitar interação entre os membros da comunidade, o que impulsionou sua divulgação.

O usuário tem a opção de tornar o documento público mesmo ainda na fase de elaboração, podendo compartilhar o e-book via Facebook e Twitter. Os títulos são organizados por categorias, facilitando o processo de busca pelos leitores. No Brasil, as quatro mais lidas são Literatura, Ação e Aventura, Biografias e Fantasia, nessa ordem.

Ainda de acordo com a startup, a média de leitura para cada e-book publicado é de 400 usuários. Diferente de uma plataforma de venda, o escritor começa a criar sua base de fãs desde o início do processo de produção e tem a chance de alcançar leitores e autores do mundo todo. A ideia é de que o escritor consiga publicar o livro aos poucos, capítulo por capítulo, para sentir as reações da audiência.

Qual e-reader é o melhor para comprar? Confira no Fórum do TechTudo.  

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Joelson Ferreira
    2014-02-19T15:15:05

    Opa...tenho um livro que está no primeiro capitulo a um tempão..acho que vou colocar por lá...

  • Paulo Vasconcellos
    2014-02-18T09:12:14

    Excelente ferramenta. Parabéns pela matéria. Isso é uma ótima oportunidade para escritores amadores publicarem suas obras.