Internet

28/03/2014 16h59 - Atualizado em 28/03/2014 17h37

Imposto de Renda 2014 é alvo de e-mails falsos e ataques de hackers

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

O período para fazer a Declaração do Imposto de Renda no Brasil já começou. Por conta disso, os cibercriminosos buscam diversas formas para se aproveitar e criar ataques virtuais. A Kaspersky, uma das principais empresas do ramo da segurança online, identificou alguns desses golpes na Internet.

Baixe o download do IRPF 2014 com segurança no TechTudo

Fraudes foram identificadas (Foto: Divulgação/CAIS)Fraudes foram identificadas com e-mails falsos da Receita e downloads maliciosos que prometem oferecer o programa de Imposto de Renda (Foto: Divulgação/CAIS)

As duas maneiras mais comuns de enganar os internautas são as mensagens falsas de e-mail e também os links para downloads de versões falsas do programa da Receita Federal para fazer o preenchimento da Declaração de Imposto de Renda. Na verdade, só infectam o computador com malware.

O analista de segurança da Kaspersky Brasil, Fabio Assolini, destaca que esses golpes não são novidades. Aliás, “são bastante recorrentes, acontecem todos os anos porque sua efetividade é certa. Nenhum cibercriminoso insiste em temas de ataques que não lhe dê retorno”, explica.

Cuidado com sites falsos (Foto: Divulgação/CAIS)Cuidado com sites falsos para baixar o programa do Imposto de Renda (Foto: Divulgação/CAIS)


Segundo o especialista, é bem simples evitar ser enganado durante o período de declaração do Imposto de Renda. A primeira coisa a fazer é se assegurar de que a Receita Federal não envia mensagens eletrônicas sem a autorização do contribuinte.

Qual é o melhor antivírus grátis? Veja no Fórum do TechTudo. 

Portanto, qualquer e-mail recebido alegando ser da Receita é falso. Outro ponto importante é fazer o download do programa somente em fontes seguras, como o TechTudo Download (IRPF 2014) ou no site da própria Receita Federal.

É possível ainda fazer a declaração por meio dos aplicativos da Receita Federal em smartphones e tablets. Por isso, também é preciso estar de olho nas lojas virtuais para iOS (iPhone) e Android, para não ser alvo de aplicativos falsos que podem contaminar os aparelhos e interceptar os dados pessoais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares