07/05/2014 08h28 - Atualizado em 07/05/2014 11h21

MicroSD capaz de criptografar e proteger smartphones chega ao Brasil

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

O TrustChip, chip da empresa KoolSpan capaz de adicionar criptografia a informações de smartphones, chegou ao Brasil. Distribuído pela empresa FGX, ele é um microSD com 2 GB de armazenamento, sendo compatível com qualquer aparelho que tenha entrada para este tipo de cartão de memória. Ele se diferencia de programas de proteção por oferecer a segurança já no próprio hardware do telefone e não via aplicativos.

Relógio para PC mostra quando será o próximo feriadão e traz belas fotos. Confira!

TrustChip visa proteger smartphones (Foto: Divulgação/FGX)TrustChip visa proteger smartphones (Foto: Divulgação/FGX)

O TrustChip é um co-processador ARM de criptografia 32-bit, inviolável, que realiza uma criptografia avançada AES 256-bit. Mecanismo de criptografia por hardware-embarcado autossuficiente, o que garante que sua segurança seja obtida no hardware do smartphone.

Qual é o melhor smartphone intermediário do momento? Opine no Fórum do TechTudo 

“O TrustChip está isolado de ameaças de segurança em dispositivos móveis e conectados. Uma vez que a aplicação de segurança reside no próprio chip, e não em software, todas as transações, como uma chamada de voz ou uma transmissão de dados, são codificadas com uma série única e secreta de números”, explica o presidente da FGX, Fábio Guimarães.

Além da segurança nos próprios dispositivos móveis em que é instalado, o TrustChip atua em conjunto com dois aplicativos, TrustCall e TrustText, para garantir proteção nas ligações e mensagens de texto, respectivamente. Eles funcionam com iOS, Android e BlackBerry.

“Quando um telefone com TrustCall chama outro telefone que também utiliza a solução de segurança, os dispositivos, de forma transparente, autenticam-se e conectam-se. Toda a comunicação de voz é então criptografada e enviada por um canal seguro de dados”, diz o site do acessório.

A solução é voltada para o público de negócios, mas também pode ser utilizada pelos usuários comuns. O preço do chip não foi divulgado, nem os seus locais de venda. A FGX, em seu site oficial, pede que os interessados entrem em contato direto com os próprios representantes empresa.

Via FGX

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Tiago Aráujo
    2014-05-15T10:09:35

    Quem é que escreve sobre BlackBerrys aqui no TechTudo ??? Acorde meu amigo, tem muita notícia boa esta semana e este tópico específico para BlackBerrys não é atualizados a dias... Será que vocês só vão "lembrar" da empresa quando houver alguma notícia não tão favorável ???