TV

10/06/2014 11h18 - Atualizado em 10/06/2014 17h37

Atenção: sua smart TV pode ser hackeada

João Kurtz
por
Para o TechTudo

A nova geração de Smart TVs é vulnerável a um tipo de golpe fácil de ser aplicado, prático, barato e com baixa chance de ser detectado. É o que diz um estudo publicado pelos pesquisadores Yossef Oren e Angelos D. Keromytis, da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos. Os equipamentos afetados podem ser usados para acessar a Internet e fornecer dados importantes dos usuários, como credenciais de acesso para e-mails, bancos e redes sociais.

TV 8K é testada; imagem é 16 vezes melhor do que em telas em HD

NBA2K14 no PS4 com ótima imagem na Smart TV LG LA6610 (Foto: Thiago Barros/TechTudo)As TVs afetadas podem ser usadas para acessar a Internet e fornecer dados importantes dos usuários (Foto: Thiago Barros/TechTudo)


A vulnerabilidade ocorre devido ao padrão HbbTV (Hybrid Broadcast-Broadband Television – “televisão de transmissão híbrida, em tradução livre), que é amplamente usado na Europa e começa agora a chegar aos Estados Unidos. Este padrão permite que as transmissões enviem junto conteúdo em HTML para ser recebido e renderizado pela televisão.

Vulnerabilidade permite controlar Internet de smart TVs através de transmissões de rádio (foto: Reprodução/Yossi Oren) (Foto: Vulnerabilidade permite controlar Internet de smart TVs através de transmissões de rádio (foto: Reprodução/Yossi Oren))Vulnerabilidade permite controlar Internet de smart TVs através de transmissões de rádio (foto: Reprodução/Yossi Oren)

O problema é que o equipamento não possui nenhum tipo de filtro e vai executar qualquer código sem antes checar sua procedência. Isto permite que criminosos transmitam códigos maliciosos para a TV usando apenas um transmissor em um local alto. Como este método é fácil, prático e barato, ele permite que várias pessoas o pratiquem e evacuem o local, dificultando a detecção.

Segundo o estudo, com um orçamento de cerca de US$ 450 (cerca de R$ 1 mil) é possível atingir 20 mil Smart TVs. O único requisito é que elas estejam sintonizadas em um canal que receba sinal digital e executem o código. Os problemas mais simples podem ser impressoras imprimindo conteúdos aleatórios e as contas de redes sociais do usuário publicando textos sem o seu consentimento.

Qual a melhor Smart TV a ser comprada? Opine no Fórum do TechTudo.

O golpe ainda não é comum, mas os pesquisadores preveem que ele se torne mais popular justamente por ser indetectável. Uma das falhas do protocolo HbbTV é que ele não obriga os canais a informarem o telespectador quando seu equipamento está processando código HTML, facilitando ainda mais a vida dos hackers. Oren e Keromytis alertam que a única forma de se proteger é trocando de canal ou desabilitando o protocolo.

O estudo completo pode ser acessado aqui. Confira o vídeo em que eles explicam para a Forbes o funcionamento:


Via Engadget

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Marcelo Rosa
    2014-06-10T14:54:13

    Só acho que no texto deveria modificar Hackers para crackers eles quem esse tipo de conduta.

  • Carlos Reis
    2014-06-10T14:32:50

    Minha smartv é tão zoada, que ela vive desconectada da internet! kkkkkkkkkk

  • Vitor Ferreira
    2014-06-10T11:43:12

    As empresas foram subestimar hackers, deixando de investir em segurança da internet na TV, aí da nisso rsrsrs. Mas uma atualização simples já resolve esse problema. Protocolo mal feito.