Computadores

14/06/2014 09h00 - Atualizado em 14/06/2014 09h00

HP está desenvolvendo um novo tipo de arquitetura de computador; entenda

Edivaldo Brito
por
Para o TechTudo

A HP está desenvolvendo um novo tipo de arquitetura de computador chamada “The Machine”, composta por processamentos projetados para lidar com o fluxo de dados da Internet. Embora não seja fácil encontrar os detalhes do que realmente faz a novidade, parece que o trabalho inovador da companhia com memristors (do inglês, "memory resistor", ou resistor de memória) e fotônicos de silício irá desempenhar um papel fundamental no projeto.

Cinco dicas deixam o computador mais rápido em poucos minutos; teste

HP demonstrou o projeto de computador conhecido internamente como The Machine (Foto: Divulgação/HP). HP demonstrou o projeto de computador conhecido internamente como "The Machine" (Foto: Divulgação/HP).

"The Machine" é baseada na ideia de que a memória RAM, tecnologias de armazenamento e de interconexão não darão conta dos atuais requisitos de processamento de Big Data modernos. A invenção da HP usa clusters de núcleos de propósito específico - em vez de alguns núcleos generalizados -, links fotônicos no lugar de lentos fios de cobre com fome de energia e memristors, que lhe darão uma memória unificada tão rápida quanto a RAM e ainda permitirão armazenar dados permanentemente, como uma unidade flash.

Nas palavras do HP Labs, a "máquina"(machine, em inglês) será um substituto completo para arquiteturas atuais do sistema do computador. Haverá um novo sistema operacional, um novo tipo de memória (memristors) e um barramento super-rápido (fotônicos).

O real motivo para a HP tentar criar uma nova arquitetura talvez seja o fato de que, atualmente, as salas de servidores são essencialmente sistemas  de arquitetura x86 da Intel. Nesse cenário, mesmo a HP tendo sido no passado um grande player no mercado de estações de trabalho e servidores, com o seu próprio sistema operacional e arquitetura de hardware, atualmente ela, a Dell e a IBM são, essencialmente, apenas revendedores OEM dos servidores x86. Isso fez baixar as margens de lucro e, a longo prazo, pode comprometer o futuro da empresa.

Qual é o melhor Windows de todos os tempos? Opine no Fórum do TechTudo.

The Machine e a iniciativa OpenPower da IBM são tentativas dessas empresas para sair de baixo do monopólio x86 da Intel. Se tudo correr como a HP espera, é possível que as tecnologias comercializadas pela novidade avancem para os desktops e laptops, e com o tempo ganhem seu espaço.

A HP começou a trabalhar no projeto há dois anos, quando Martin Fink se tornou CTO e diretor do HP Labs. Ele deu uma olhada nos componentes que a companhia estava trabalhando e, seis meses mais tarde,  decidiu que era hora de lançar a novidade. A empresa afirmou que vai comercializar a máquina dentro de alguns anos ou "vai morrer tentando”.

Via Businessweek e Engadget

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares