31/07/2014 07h30 - Atualizado em 10/08/2015 11h25

Entenda a diferença entre smiley, emoticon e emoji

Raquel Freire
por
Para o TechTudo

É praticamente impossível se comunicar por mensagens sem usar os emoticons e emojis no PC e no celular. Mas, você sabe diferenciar um do outro? Os ícones servem para expressar suas emoções nas comunicações via texto, deixando a conversa com mais personalidade. O smile, sorriso, está sempre presente em posts mas pertence a qual tipo? Descubra as diferenças entre os emoticons e os emojis.

Guia do emoticon no Facebook: tudo o que você precisa saber para usar

Dr. Emoticon dá diagnóstico com base nos emojis que você usa (Foto: Pond5)Smiley é um dos emoticons mais populares da Internet (Foto: Pond5)


Emoticon

Emoticon é um termo criado a partir das palavras inglesas emotion (emoção) e icon (ícone). Em outras palavras, eles servem para expressar emoções, o que se dá essencialmente por meio de caracteres tipográficos. Atualmente os internautas utilizam também os emoticons com imagens, que são inspiradas nos rostos criados a partir de sequências de caracteres do teclado padrão, tais como :-), :-( ou :'(.

O smiley é um tipo de emoticon, e na verdade o primeiro deles. O ícone foi criado em 1982, por Scott Fahlman, professor assistente de pesquisa de ciência da computação da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos.

Scott Fahlman, o criador do emoticon (Foto: Divulgação)Scott Fahlman, o criador do emoticon (Foto: Divulgação/Scott Fahlman)

A ideia foi concebida para resolver um mal-entendido. Na época, o professor fazia parte de uma plataforma de mensagens online rudimentar, formada por colegas do departamento de física da universidade. O grupo de discussões tinha por hábito propor enigmas científicos para que outros membros resolvessem.

Um deles lançou o seguinte problema: “Um elevador tem uma vela acesa presa na parede e uma gota de mercúrio do chão. O cabo do elevador se rompe e ele cai. O que acontece com a vela e o mercúrio?”. Outro colega respondeu com uma mensagem brincalhona, que dizia: “ATENÇÃO! Devido a um experimento de física recente, o elevador mais à esquerda está contaminado com mercúrio. Há também um dano superficial causado por fogo. A descontaminação deve ser concluída até 8h de sexta-feira.”

O texto era irônico, mas muita gente na instituição levou a sério. Por essa razão, os usuários da plataforma de mensagens começaram a sugerir símbolos que deixassem claro quando o conteúdo era brincadeira. Foi então que o professor Scott Fahlman propôs o ícone :-) para identificar mensagem de piada e :-( para as sérias.

Mensagem que deu origem ao Smiley (Foto: Divulgação/Carnegie Mellon University)Mensagem que deu origem ao Smiley (Foto: Divulgação/Carnegie Mellon University)

O smiley tornou-se popular na Carnegie Mellon e logo se espalhou por outras universidades e empresas conectadas à ARPANet, rede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos que precedeu a Internet atual.

Conforme a ideia foi sendo difundida, diversas pessoas assumiram o desafio de criar emoticons para as mais diferentes situações. O resultado foi a proliferação sequências cheias de caracteres especiais, como (╯°□°)╯︵ ┻━┻ , muito populares nos PCs.

Emoji

Já os Emojis surgiram no Japão da década de 90 e são caracterizados por pertencerem a uma biblioteca de figuras prontas. Eles foram concebidos por Shigetaka Kurita, que elaborou a palavra a partir das expressões japonesas “e” (imagem) e “moji” (personagem), significando em português “pictograma”. Por essa razão, os emojis também agrupam o smiley e outros símbolos originalmente considerados emoticons, porém apenas em suas versões em desenho.

Shigetaka Kurita, criador do Emoji, e alguns dos primeiros símbolos (Foto: Reprodução)Shigetaka Kurita, criador do Emoji, e alguns dos primeiros símbolos (Foto: Reprodução/Digital Trends)


O primeiro emoji foi um coração, lançado em 1995 pela NTT DoComo, local no qual Kurita trabalhava. A companhia telefônica experimentava a explosão na venda de pagers e decidiu incluir o símbolo para atrair o público adolescente. A iniciativa deu certo mas foi descartada em seguida para que os aparelhos se moldassem melhor às expectativas dos consumidores adultos.

Como inserir emoticons no Instagram do Android? Descubra no Fórum do TechTudo.

Nesse meio tempo, Kurita trabalhava no projeto i-mode, que ofereceria serviços como previsão do tempo, notícias e e-mail. Mais tarde, ele se tornou a primeira plataforma de Internet móvel difundida globalmente. A concorrente americana AT&T e seu PocketNet tinham propostas similares. Mas, ao usá-lo, Kurita percebeu que era difícil identificar informações como “ensolarado” ou “chuvoso” sem imagens para representar.

Foi com essa experiência de usuário que o então executivo financeiro da DoComo resolveu retornar com os Emojis. A primeira biblioteca reuniu 176 imagens com 12 x 12 pixels de resolução, tendo em comum a capacidade de expressar as emoções humanas.

As figuras foram imediatamente copiadas por companhias concorrentes, fazendo com que os emojis virassem febre no Japão. Porém, apenas em 2010, com o lançamento do iOS 4 que a criação de Kurita ganhou o mundo. Foi a Apple a primeira companhia estrangeira a adotar as figuras, fenômeno logo acompanhado por Google e Microsoft em seus aparelhos Android e Windows Phone.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Leitor
    2016-02-20T09:47:24  

    Apple? Tinha emoji no ICQ nos anos 90. Acho que tudo que que o "jornalista" não sabe a origem ele diz que foi a Apple que inventou que todo mundo acredita.

    recentes

    populares

    • Leitor
      2016-02-20T09:47:24  

      Mas o jornalista não disse que foi a Apple a origem....lê "dinovo"....

  • Gabriel Darwin
    2015-12-30T12:30:42

    é tudo emoticon e pronto. sem mais