Câmera

01/09/2014 07h02 - Atualizado em 01/09/2014 18h09

Testamos a Instax Mini 90, câmera que imprime as fotos na hora

Pedro Zambarda
por
Para o TechTudo

A Fujifilm anunciou a câmera Instax Mini 90 durante a PhotoImage 2014, que aconteceu em São Paulo. O TechTudo aproveitou para testar o modelo, que traz de volta um sucesso dos anos 1990: máquinas que imprimem fotos na hora. O modelo retrô tem dupla exposição, não conta com visor eletrônico traseiro e chega ao mercado brasileiro no mês de novembro no Brasil. Confira nossas primeiras impresoras do aparelho.

3Doodler: Testamos a caneta que desenha no ar

Instax Mini 90, da Fujifilm, não tem visor eletrônico e aposta no retrô (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)Instax Mini 90, da Fujifilm, não tem visor eletrônico e aposta no retrô (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)


A máquina é voltada tanto para fotos macro quanto para festas de crianças, por exemplo, dependendo do modo como ela é configurada. O aparelho tem o design de modelos antigos da Fujifilm, que a fabricante define como “neoclássico”. A parte de plástico rígido e colorido, com textura, está disponível nas cores preta, branca, rosa, amarela e azul.

A câmera pesa 296 g, cabendo perfeitamente em uma mão. O aparelho conta ainda com dois botões de disparo, um no topo da máquina e outro próximo da lente, para registros na horizontal.

De acordo com a Fujifilm, a Mini 90 é uma câmera “neoclássica” (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)De acordo com a Fujifilm, a Mini 90 é uma câmera “neoclássica” (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)


A Instax Mini 90 imprime, em cerca de 20 s, fotos com dimensões de 5,4 cm x 8,6 cm. A imagem no papel de filme tem 4,6 cm x 6,2 cm e é revelada pela química presente no material de impressão. A fotografia não recebe uma tinta artificial, mas é colorida pelo processo de revelação da imagem. O resultado sai pela lateral direita do aparelho, ao lado do logotipo do modelo.

Traseira da Instax Mini 90 aberta (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)Traseira da Instax Mini 90 aberta (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)


Durante os teste, abrimos o compartimento traseiro para colocar um kit com 10 folhas de filme para impressão. Elas devem ser posicionadas com a parte amarela lateral em cima de outra parte amarela dentro do aparelho. Se estiver bem colocada, a câmera detectará que o usuário pode tirar 10 fotos. Uma capa preta sair, deixando a máquina pronta para disparos.

Como colocar o papel de filme na Instax  (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)Como colocar o papel de filme na Instax (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)


Ao bater as fotografias, a Instax Mini 90 imprime em seguida, em um processo que demora poucos segundos. A revelação, ou seja, o tempo para a imagem aparecer na folha, demora um pouco mais, cerca de cinco minutos. Mas é realmente empolgante vê-la se formando aos poucos, com cores vivas e nítidas de um papel branco quimicamente alterado.

Quais são as melhores câmeras digitais semiprofissionais? Comente no Fórum do TechTudo.

A capa do papel fotográfico saindo da câmera (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)A capa do papel fotográfico saindo da câmera (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)


O segundo botão, localizado na frente da máquina, é feito especialmente para selfies e é bem prático para imagens pessoais. Ou seja, na prática, o usuário tem dois botões úteis de disparo e vê a foto em poucos minutos, mesmo sem ter um visor eletrônico

O zoom da câmera é pouco potente, de apenas 0,37 vezes, com uma lente de 60 mm f/12.7. A foto precisa ser tirada com o visor analógico, sem suporte de uma tela eletrônica. Quem está acostumado com máquinas digitais, pode estranhar ficar com o olho colado no corpo da máquina. Depois de algumas fotografias, é provável que se acostume.

A Instax imprime fotos em papel de filme, com química  (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)A Instax imprime fotos em papel de filme, com química (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)


A velocidade do obturador varia de 1/3 segundos até 1/400 segundos. A exposição à luz é automática e a câmera é recarregável com uma bateria de íon-lítio NP-45A, que dura o equivalente a 10 pacotes de filmes - ou 100 fotos aproximadamente. Cada pacote com 10 frames sai por cerca de R$ 45.

Traseira da Instax Mini 90, com as configurações e sem visor eletrônico típico de câmeras digitais (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)Traseira da Instax Mini 90, com as configurações e sem visor eletrônico típico de câmeras digitais (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)

O flash eletrônico apresenta quatro opções: automático, incidência de luz por disparo, para retirar olhos vermelhos ou desligado. Os seis modos da Instax Mini 90 podem ser ajustados na traseira da câmera: dupla exposição, modo de exposição bulb (que realça a luz ambiente), modo macro, modo festa, modo crianças e flash de alta performance. Entre todos eles, o de dupla exposição permite que se faça duas fotos simultâneas em um único frame.

Qualidade da foto da Instax Mini 90 é de uma máquina analógica tradicional  (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)Qualidade da foto da Instax Mini 90 é de uma máquina analógica tradicional (Foto: Pedro Zambarda/TechTudo)


Para quem é iniciante em fotografia e nostálgico, o Instax Mini 90 é agradável, é leve e seu desenho levemente arredondado cabe nas mãos, principalmente devido ao plástico texturizado, que encaixa melhor nos dedos. O lamentável é que o aparelho só chegará em novembro nas terras brasileiras, sendo que seu lançamento foi em 27 de setembro de 2013, há praticamente um ano, por US$ 199 (R$ 449, sem impostos). Por aqui, a câmera sairá por um pouco por mais: R$ 799.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares